Philippe Coutinho, enfim, se ‘apresenta’, Brasil vence a seleção reserva do México

Philippe Coutinho, autor do primeiro gol brasileiro
Philippe Coutinho, autor do primeiro gol brasileiro
Philippe Coutinho, autor do primeiro gol brasileiro

S.Paulo – Prazer, Philippe Coutinho. Ao lado de Elias e Willian, o jovem jogador de 22 anos foi o destaque no retorno da seleção ao Brasil pós-7-1, enfim, se ‘apresentou’ com a camisa canarinho e abriu o caminho na vitória de 2 a 0 do time comandado por Dunga sobre a seleção reserva doMéxico, em amistoso disputado no Allianz Parque, em São Paulo, neste domingo, em sua preparação para a Copa América.

Anunciado como substituto de Oscar, poupado na lista para o Chile, ele foi o responsável por ‘calar’ as vaias que, com apenas 25 minutos, começavam a ecoar na casa palmeirense.

Em lançamento de Elias, Filipe Luis tocou para Coutinho, que deixou a marcação na saudade com um drible de corpo sensacional e, quase sem ângulo, chutou para fazer 1 a 0 aos 27.

Reserva no Corinthians, o volante, que passou praticamente toda a semana fazendo trabalho à parte na Granja Comary, sobrava em campo e mostrou estar totalmente em forma. Em jogada de Willian, ele cortou Rafa Márquez, invadiu a área e passou Diego Tardelli aumentar a conta aos 36.

O México praticamente não ameaçava e não conseguiu testar a defesa formada por Miranda e David Luiz.

Abusando da troca de passes, o Brasil teve como novidade entre os titulares Fred, do Shakhtar Donetsk, que levou a melhor na briga com Casemiro e formou uma linha de três no meio, ao lado de Philippe Coutinho e Willian. Ele deve deixar o time para o retorno de Neymar, que se apresenta nesta segunda-feira, em Porto Alegre, após o título da Liga dos Campeões com o Barcelona.

Existe a expectativa ainda pelo retorno de Robinho, que enfrenta dores na região do joelho direito desde a última quarta-feira, realizou exames e voltou a correr em campo somente neste sábado.

Ainda sem Neymar, a braçadeira de capitão neste domingo ficou com David Luiz, um dos mais aplaudidos pela torcida no Allianz Parque.

Esse foi o primeiro jogo da seleção na era Dunga sem o craque do Barcelona.

Passaram despercebidos os protestos contra os escândalos que assolam a CBF com a prisão de seu vice-presidente José Maria Marin e as investigações do FBI ligadas ao atual mandatário Marco Polo Del Nero. Ao longo da última semana, o coordenador Gilmar Rinaldo e os atletas foram indagados diversas vezes sobre o assunto, em Teresópolis.

O público total foi de 34.649 mil pessoas para uma renda de R$ 6.737 milhões.

O time encerra a sua preparação na próxima quarta-feira, em amistoso contra Honduras, no estádio Beira Rio, em Porto Alegre.

Os brasileiros estão no grupo C da Copa América, ao lado de Peru, Venezuela e Colômbia.

FICHA TÉCNICA BRASIL 2 X 0 MÉXICO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP) Data: 7 de junho de 2015 (domingo) Horário: 17 horas (de Brasília) Público: 34.659 pagantes Renda: R$ 6.737.030,00 Árbitro: Julio Quintana (PAR) Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR) Cartões amarelos: Guemez, Corral, Rafa Márquez (México) Gols: Philippe Coutinho, aos 27, e Diego Tardelli, aos 36 minutos do primeiro tempo

BRASIL: Jéfferson, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho (Fabinho), Elias (Casemiro), Fred (Felipe Anderson), Philippe Coutinho (Éverton Ribeiro) e Willian (Douglas Costa); Diego Tardelli (Roberto Firmino) Técnico: Dunga

MÉXICO: Corona; Corral (Flores), Ayala (Salcedo), Rafa Márquez, Domínguez e Aldrete; Osuna (Fabián), Guémez (Medina) e Tecatito Corona (Luis Montes); Jiménez (Vuoso) e Herrera Técnico: Miguel Herrera

Amazonianarede-Reuters

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.