Perto das Confederações, Dilma da pontapé inicial em estádio do DF

Brasília – A presidente Dilma Rousseff deu o pontapé inicial e participou hoje da inauguração do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

A arena é a penúltima da Copa das Confederações a ser entregue – menos de um mês antes da abertura do torneio. Na segunda, Dilma inaugura o último estádio, a Arena Pernambuco, em Recife.

Situado em uma cidade sem tradição no futebol nacional, o estádio tem a segunda maior capacidade entre as arenas da Copa do Mundo: 71 mil lugares. O governo local luta agora para atrair jogos da série A do Campeonato Brasileiro, especialmente se o mando de campo for de times cariocas –preferidos pelos brasilienses.

A partida de inauguração, no entanto, será a modesta final do Campeonato Candango na qual se enfrentarão Brasiliense e Brasília. A capacidade para esta partida-teste da arena foi reduzida para um terço. O gramado, recém-plantado, ainda é dúvida e corre risco de não estar bem fixado.

A grande partida que antecederá o jogo de abertura da Copa das Confederações será na primeira rodada do Brasileirão entre Santos e Flamengo. Apesar do preço salgado (R$ 160 a inteira) dos ingressos, os fãs de futebol fizeram fila e prometem lotar a arena.

Com um custo de R$ 1,2 bilhões, o Estádio Nacional Mané Garrincha sediará a abertura da Copa das Confederações e também será palco de sete jogos da Copa 2014, incluindo a disputa de terceiro lugar.

(Terra) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.