Parceria Susam/USP oferta curso de prevenção a acidentes de moto

Os acidentes de motos,, ocorrem diariamente geram prejuízos financeiros aos gastos púbicos
Os acidentes de motos,, ocorrem diariamente  geram prejuízos financeiros aos gastos púbicos
Os acidentes de motos,, ocorrem diariamente geram prejuízos financeiros aos gastos púbicos

Manaus – Os acidentes envolvendo motos já são a principal ocorrência de trânsito no País e o impacto na saúde pública, em internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS), vem preocupando as autoridades do setor.

No Amazonas, para chamar a atenção da população e dos órgãos envolvidos com o tema, a Secretaria Estadual de Saúde (Susam) anunciou a parceria com o setor de Telemedicina da Universidade de São Paulo (USP), para promoção de curso de Educação Interativa à Distância, sobre “Prevenção de Acidentes de Trânsito Envolvendo Motociclistas”.

O secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, coordenou uma videoconferência, durante a qual o responsável pela Telemedicina da Faculdade de Medicina da USP, Chao Lung Wen, apresentou o formato do curso e seus objetivos.

Participaram da videoconferência representantes de várias instituições locais, que estão direta ou indiretamente envolvidas com a questão do trânsito, seja na área de fiscalização ou das ações preventivas. “Entendemos que é necessário unir esforços e estreitar nossa parceria, a fim de contribuir para a redução dos acidentes de trânsito”, disse o secretário Pedro Elias.

O secretário salienta que os acidentes de trânsito representam, hoje, uma parcela muito expressiva dos atendimentos, principalmente, na rede de urgência e emergência, exigindo um esforço muito grande para responder a essa demanda, que é crescente. “Precisamos atuar de forma coordenada e qualificada para enfrentar essa questão, que é um desafio para a saúde pública no País”.

Enviaram representantes à reunião, que aconteceu no Centro de Ensino e Pesquisa da Fundação do Coração Francisca Mendes, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), Polícia Militar, Polícia Civil, Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e as secretarias municipais de Saúde e Educação (Semsa e Semed).

Chao Lung Wen explicou que este primeiro curso é mais focado nos gestores, de forma que eles possam identificar situações (ou locais) de maior risco para os acidentes motociclísticos e, a partir daí, elaborar propostas para contribuir com a solução do problema, na forma de programas ou políticas públicas.

“O Ministério da Saúde, por exemplo, tem programas que disponibilizam recursos para bons projetos apresentados por municípios, com a finalidade de solucionar problemas que contribuem para aumentar os índices de acidentes de trânsito”, frisou Lung Wen.

O curso e destinado aos motociclistas
O curso e destinado aos motociclistas

De acordo com ele, a metodologia do curso, que já vem sendo adotado pelo Estado de São Paulo, é toda elaborada para desenvolver competências e estabelecer elos com as realidades locais. “É claro que estamos compartilhando uma experiência adotada em São Paulo, onde o curso já está na terceira edição, mas numa plataforma educacional que será adequada à realidade do Amazonas”, ressaltou Lung Wen.

Chefe do Núcleo de Prevenção a Riscos à Saúde por Causas Externas da Semsa, Ana Carolina Leão elogiou a iniciativa de oferta do curso que está sendo formatado por meio da parceria entre a Susam e a USP. “O curso tem um formato excelente e vai somar muito com as ações que já são desenvolvidas no Projeto Vida no Trânsito, que é desenvolvido de forma setorial, também com a participação de várias instituições”, disse Ana Carolina.

Dentro de duas semanas, as instituições que enviaram representantes à videoconferência voltam a se reunir para apresentar sugestões e finalizar os detalhes de realização do curso. A previsão é que ele seja realizado em sete módulos, incluindo temas como: Planejamento de Projetos de Prevenção de Acidentes de Trânsito; Orientações para Idosos e Crianças no Trânsito/Orientações para Portadores de Necessidades Especiais; Direção Defensiva/Legislação; Desenvolvimento de Projeto de Divulgação/multiplicação no Município, entre outros.

Amazonianarede

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.