Palestras e debates encerram 2º Fórum de Controle Social do SUS da Amazônia

Em meio a palestras e debates, os conselheiros de saúde do Acre e de mais sete estados da região Norte estiveram reunidos nos dias 10, 11 e 12 de julho no 2º de Fórum de Controle Social do SUS da Amazônia para discutir e levar novas propostas ao Ministério da Saúde.

Durante esses três dias, foram apresentadas palestras sobre aos desafios do Sistema Único de Saúde (SUS) no contexto social e institucional da Amazônia, financiamento do SUS na Amazônia, serviços de saúde em localidades de difícil acesso, plano de saúde para Amazônia Legal e os desafios para efetivação do controle social na Região Amazônica.

Após as apresentações os conselheiros se reuniram em grupo, cada um com 40 pessoas, a fim de debater os temas expostos e, em seguida, elaborar 10 propostas de melhorias da qualidade na saúde pública da região Norte.

A secretaria executiva do Conselho Municipal de Brasileia, Luzinete Santos, comenta que esse é o momento que se busca melhorias para os municípios.

“Hoje apresentamos as propostas de cada grupo e percebemos que o esforço e a dedicação de cada um que esta envolvido no evento foi reconhecido pelos participantes. Parabenizo toda equipe e fico feliz, pois saímos daqui com uma etapa cumprida para que seja levada ao Ministério da Saúde (MS) todas essas diretrizes que aqui foram aprovadas”, destaca a coordenadora do Fórum, Elisama Lima.

Para a Conselheira do Estado do Amapá, Lídia Elaine, esse foi um debate muito gratificante, pois além de debater sobre o tema, também foi possível conhecer as experiências de colegas do Acre e de outros estados da Amazônia.

“Buscamos o fortalecimento do SUS na região norte, porque nós que convivemos diariamente com os pacientes sabemos das dificuldades, em especial nos locais de difícil acesso que dependem de mais recursos humanos, além de infraestrutura das unidades básicas, entre outros. Todos esses temas levaremos para o MS para que sejam atendidas as nossas propostas”, enfatiza.

Após a leitura das propostas de cada grupo, houve a execução do hino acreano e o anúncio que o Estado do Amapá irá sediar o III Fórum de Controle Social do SUS da Amazônia

De acordo com a secretaria executiva do conselho Municipal de Brasileia, Luzinete Santos, esse é o momento de buscar melhorias para o seu município. “Durante o Fórum observei todo tipo de reivindicação, mas percebo que todos anseiam por uma saúde de qualidade e mais humana, não é diferente do que queremos para Brasileia, sei que muito se tem feito, mas existe viés que podem ser revistos e melhorar ainda mais, acredito que nossos governantes irão analisar com carinho cada sugestão que foi criada durante o evento”, ressalta.

Após a leitura das propostas de cada grupo, houve a execução do Hino Acreano e o anúncio que o Estado do Amapá irá sediar o III Fórum de Controle Social do SUS da Amazônia.

(Fonte: Agência Notícias do Acre)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.