O Colégio Dom Bosco – O Oratório

13-07almirAlmir Carlos*

O Colégio Dom Bosco, no que pese algumas modificações e construções de mais alguns blocos, continua com as mesmas características desde sua fundação, que já passa de um século. Ocupando uma quadra inteira, tendo sua suntuosa fachada voltada para a Av. Epaminondas, forma um ferro de engomar com a Rua da Instalação. Era o Colégio desejado por todos os garotos da época. Todos queriam estudar neste Estabelecimento de Ensino.

Estudei no Colégio Dom Bosco, nos anos de 1967, quando fiz o Exame de Admissão ao Ginásio e depois a 1º série ginasial, no ano de 1968. Lembro de alguns Professores e de muitos dos colegas daquela época em que Manaus contava com pouco mais de 500 mil habitantes…Era o início da tão falada e propalada Zona Franca de Manaus, que nos traria o sonhado e desejado Progresso, que faltava para desenvolver a Vila da Barra de São José do Rio Negro…até que enfim sairíamos do “atraso” e nos tornaríamos de vez, uma Metrópole !

Tínhamos como Professor de Geografia, o Clérigo Pedro e de História, o Clérigo José; de Matemática, Vicente Schittini; Português, Alencar Feitoza, Religião, Padre Berton e de Francês, o Padre Genaro, que também era nosso Diretor. O Padre Conselheiro, era o Padre Humberto, que todos os dias antes do início das aulas, nos recebia perfilados, série por série, nos brindando com uma palavra de bom dia e nos mandava para as Salas de Aulas.

Na minha turma, lembro bem do Celso Braga, Fábio Limongi, Nakagima, Álvaro (capiroto, irmão do Popoca), Américo Gorayeb, Demósthenes, Schitini filho, Paulinho, que era muito bom de basquete, Pacheco, Adalberto, Gilson e muitos outros que não lembro dos nomes, apenas das lembranças e de seus rostos…

Na hora da merenda, os Padres jogavam bacias cheias de bolinhas de gude, bolas de Futebol, de Basquete, de Voley, enfim, a gurizada tinha 15, 20 minutos para se esbaldar nas brincadeiras. Tínhamos também a figura carismática e bonachona do Padre Tadeu, que inventara uma máquina de “dar choque” e que nos “acalmava” quando era época de provas!Na cantina, tínhamos o refrigerante servido em um recipiente de alumínio, com um copo de papel forrando, sanduíches, bolos e salgados.

No Colégio tinha uma Sala de Projeção, que geralmente o Professor de Religião passava algum filme alusivo à data religiosa e depois nos cobrava uma redação ou algum comentário sobre a película. Eu gostava muito de meu Colégio, principalmente dos Oratórios aos Domingos, que frequentei por muito tempo, inclusive depois de algum tempo, já como ex-aluno.

No Oratório, os Padres usavam os princípios de Pestallozzi, com horários distribuídos para as diversas atividades, tais como;

13:00h – Recepção aos frequentadores e Cadastro de novos participantes.

13:30h – Filmes Educativos

14:30h – Início das Atividades Desportivas

16:00h – Lanche

16:15h – Palestra e Reza – Catecismo…

17:00h – Final das Atividades, despedida, acompanhada de um,a palavra do Padre.

Dentre as Atividades Desportivas, faço questão de citar algumas “sui generis” e que não se vê mais. Por exemplo, o Spire Ball, que consistia em uma bola oval, como as do “soccer”, amarrada por uma corda a um cano de ferro de mais ou menos 2 metros de altura em que o adversário tentava com socos e toques envolver o outro jogador, passando por cima deste, até que a corda se enrolasse toda no ferro, fazendo com que a bola ficasse colada ao cano.

Outra atividade muito divertida, era o cabeceio a gol. Dois companheiros formavam uma Equipe com um goleiro e um cabeceador; marcava-se uma área de mais ou menos 1,5m , limite para o goleiro que defendia; o outro goleiro, da Equipe adversária, jogava a bola na cabeça de seu companheiro que a “testava” para o gol.

Eram 3 cabeçadas para cada equipe e vencia aquela que fizesse mais gol. Tinha ainda o Brutibol, aos moldes do Futebol Americano, muito concorrido e uma maneira bem divertida que o saudoso e querido Professor Gadelha usava para que todos participassem.
O Oratório do Colégio Dom Bosco, reunia jovens adolescentes de todos os bairros de nossa cidade e tenho certeza de que o resultado foi satisfatório pois tinham atividades por toda a tarde de domingo onde recebiam ensinamentos sobre boas maneiras e bons costumes…

Já como Pedagogo e Professor da Rede Estadual de Ensino, tive a ideia de elaborar um Projeto Social onde o Poder Público teria a oportunidade de fazer em mini Vilas espalhadas pelos diversos bairros de Manaus, a tão decantada Inclusão Social! Esse Projeto de minha autoria, foi entregue nas mãos de um Governador, em sua residência e engavetado.

Mais tarde tomei um susto ao ver que ele estava sendo colocado em prática, só que, arremedado e transformado em um Projeto de grande repercussão nacional, mas que, infelizmente tinha o cunho eleitoreiro e, como tudo se desvirtua com a política rasteira,enganosa e demagógica com esse Projeto não foi diferente: foi efêmero, passageiro e terminou indo para o buraco… INFELIZMENTE!

Minha ideia era colocar em prática um Projeto Transformador, que envolvesse alunos de todas as Universidades Públicas e Particulares. Sabendo que todos os alunos têm a obrigatoriedade de além do Estágio, o cumprimento de horas em atividades complementares, O Governo e a Prefeitura poderiam unir ações para que os alunos trabalhassem dentro de suas especialidades, com os jovens dos bairros periféricos de Manaus, com Palestras, Oficinas, Filmes, Informações, atividades Esportivas, etc.

Odontologia, Medicina, Educação Física, Psicologia, Enfermagem, enfim, todos os Cursos teriam suas ações voltadas para essas atividades, como um Grande Oratório aos moldes daquele do Colégio Dom Bosco.

Alguém tem que tomar uma providência urgente em relação aos nossos jovens, que estão crescendo e se desenvolvendo com as piores experiências e os péssimos exemplos em suas comunidades! Como diz a música: “O que será o amanhã? Responda quem puder…”

*Almir Carlos é professor, pedagogo e escreve neste Portal histórias ou estórias da Manaus Antiga.
Obs: Os artigos assinados neste Portal são de inteira responsabilidade de seus autores

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.