Novo Remanso, em Itacoatiara é o maior produtor de abacaxi no Estado

Amazonianarede/IBGE 

Manaus – Com ótimo desempenho entre as culturas temporárias, em primeiro lugar ficou o abacaxi, que cresceu 63% de 2010 para 2012. Esta fruta tem como seu maior produtor o Município de Itacoatiara, com destaque para a região de Novo Remanso, que no ano passado produziu 44 milhões frutos.

A produção total foi capaz de atender toda demanda do Estado e principalmente de Manaus como grande centro consumidor, chegando a 17,3 abacaxis/pessoa/ano.

O valor da produção do abacaxi foi responsável por 10,5% de toda produção das culturas temporárias no Estado em 2011. Os 62,3 milhões de frutos que produzidos em 2011 levaram o Amazonas a ocupar a 8ª posição na produção nacional. Há dez anos o Estado ocupava a décima quinta posição na produção. Portanto, trata-se de uma cultura que já se estabeleceu no campo amazonense e que já tem destaque no cenário nacional.

Arroz foi outro produto que teve ótimo desempenho no grupo das lavouras temporárias, com um aumento de 27% em relação ao ano anterior. Tudo isso graças à produção de municípios como Apuí e Boca do Acre que aumentaram nos últimos anos seu plantio. Em 2011 estes dois municípios foram responsáveis pela produção de 4.770 toneladas.

Malva e juta são culturas muito parecidas gerando uma fibra também quase igual. Em 2011 o Amazonas teve destaque na produção com aumento de 19% e 9% respectivamente na comparação com o ano anterior. Os municípios de Manacapuru, Codajás e Beruri (malva).

Itacoatiara, Codajás e Coari (juta) são os maiores produtores do Estado. E, só em 2011 foram responsáveis por 10.000 toneladas de malva e 636 toneladas de juta. Tanto para a juta como para a malva, o Amazonas é o maior produtor do país.

O Amazonas apresenta 94% da produção nacional de juta e 88 % da produção nacional de malva. Cabe ressaltar que a produção de malva é bem mais expressiva do que a produção de juta. Manacapuru aparece com o município com maior produção de malva no país. Manacapuru sozinho produz 42% de toda a malva produzida no Brasil. Em segundo lugar fica Codajás que produz 12,5% da malva brasileira. Com relação à juta, os maiores produtores do país são Itacoatiara, com 23% do total e Codajás, com 20% do total.

A batata-doce aparece como o produto das lavouras temporárias em que o Amazonas apresenta a maior produção entre os estados da região norte. Manaquiri com 41% da produção e Careiro da Várzea com 20% da produção são os municípios que se destacam como os maiores produtores de batata-doce do estado. No ranking nacional Manaquiri aparece com o 24º maior produtor de batata-doce do país.

O Amazonas produz 22,7% da melancia produzida na região norte e 15,8% do abacaxi produzido nesta região. O município de Manicoré é o que mais produz melancia no estado, representando 17% da produção de melancia do Amazonas.

Permanentes

As lavouras permanentes produziram 268 milhões de reais em 2011. Isso equivale a somente 32% do valor da produção das culturas temporárias do Estado. O que representa um valor bem baixo na comparação com outros estados da federação.

Em relação às culturas da lavoura permanente, o Amazonas é destaque nacional na produção de guaraná, ocupando a 2a posição entre os estados com maior produção. Em primeiro lugar aparece a Bahia. O Amazonas produz 21% do guaraná produzido no Brasil, enquanto a Bahia produz 73% do total.

Maués é o município com maior produção de guaraná no estado, com 43% do total, aparecendo ainda como o 4º município que mais produz no país. Presidente Figueiredo aparece em segundo lugar com 15% seguido por Urucará que representa 14% da produção do estado.

Destaque também para a produção de mamão e maracujá. O Amazonas produz 44,8% do mamão da região norte e 42,1% do maracujá desta região. O município amazonense com maior produção de mamão é Manacapuru, que produz 47% de todo o mamão produzido no estado. Em segundo lugar aparece Iranduba com 10% do total. Manacapuru também é o município com maior produção de maracujá no estado, com 30% do total.

Em segundo lugar aparece Itacoatiara com 18% do total. Destaca-se que a produção de mamão no estado aumentou 104,4% com relação ao ano de 2010, devido, sobretudo ao aumento na produção em Manacapuru. A produção de maracujá aumentou 31,2% em relação ao ano anterior, e a de guaraná aumentou 14,7%.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.