Não mate a mata

Movimento em defesa da natureza na Ponta Negra: Não mate a mata
Movimento em defesa da natureza na Ponta Negra: Não mate a mata
Movimento em defesa da natureza na Ponta Negra: Não mate a mata

Ativistas ambientais aproveitaram o domingo e fizeram uma bonita manifestação no complexo turístico da Ponta Negra, em favor da natureza. Adultos crianças estiveram participaram do movimento caminhando no calçadão da Ponta Negra em protesto contra as recorrentes queimadas que vem afetando a capital.

Os participantes fizeram barulho para chamar a atenção para um problema que está no ar. A fumaça apesar de ter diminuído, ainda encobre alguns cartões postais, como a ponte Rio Negro. Jovens e idosos com o mesmo objetivo: Encontrar maneiras de mobilizar a população contra as queimadas.

Distribuição de mudas

No total, 400 mudas de plantas nativas da região foram distribuídas gratuitamente para os frequentadores da Ponta Negra. Com placas, cartazes e camisas personalizadas, eles percorreram todo o complexo da praia da Ponta Negra. E quem diria, a iniciativa é de uma jovem de 18 anos, a estudante Laís Lopes.

Ela conseguiu mobilizar primeiros os pais e depois moradores de várias comunidades para as ações de conscientização. Um engajamento que surpreendeu: “Essa ideia surgiu há dois anos. Fiz uma página no Facebook, porém, eu não tive tempo para organizar direito.

Crianças, jovens e idosos, participaram de maneira animada da manifestaççao
Crianças, jovens e idosos, participaram de maneira animada da manifestaççao

Passei a divulgar mais o grupo e chegou mais gente com o mesmo objetivo. Achei isso fantástico, pois, as vezes a muita gente têm a mesma ideia, mas não sabe como fazer.”, disse Laís.

Apoio da Semmas

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) apoia a iniciativa. Segundo o secretário da Semmas Itamar Mar, os focos de queimadas diminuíram, mas ainda é cedo para a população acabar com a vigilância principalmente nas zonas rurais.

”Temos um compromisso de participar cada mais e mais, distribuindo mudas, apoiando este tipo de evento, parabenizando este tipo de evento, uma vez que todos nós somos responsáveis pelo meio ambiente.Então a prefeitura faz a sua parte e a sociedade faz a parte dela.”.

Com apoio da Semmas, centenas de mudas de árvores, foram distribuídas durante a caminhada
Com apoio da Semmas, centenas de mudas de árvores, foram distribuídas durante a caminhada

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espacial (Inpe), o mês de outubro fechou com 2.444 focos de incêndio no Amazonas.

Desde que os satélites começaram a contabilizar os focos de incêndio, em 1998, este é o terceiro maior índice de queimadas registrado no Estado, perdendo apenas para setembro, com 5.882 focos, e agosto, com 4.548 registros, todos em 2015.

Amazonianarede-CBN

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.