Naça peca nas finalizações e perde amistoso para o São Raimundo

19-01saorManaus – O Nacional Futebol Clube e São Raimundo levaram mais 1,5 mil pessoas ao estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste de Manaus, na tarde deste domingo (18).

O jogo foi o primeiro da temporada amazonense de futebol em 2015, apesar de amistoso, jogadores e torcedores não deixaram de lado a rivalidade. O Leão lutou, mas não venceu o duelo. A vitória seria importante, mas os dois comandantes buscavam a partida para avaliar seus respectivos elencos para as partidas oficiais do ano.

O técnico Sinomar Naves levou a campo como titular, basicamente os mesmos jogadores que tem usado nos coletivos. No gol Rodrigo Ramos, nas lateriais, João Rodrigo e André Luiz. Na zaga, Maurício Leal e Robinho. Os volantes Lídio e Bruno Potiguar. Os meias, Thiago Marin e Fininho e no ataque, Hyantony e Leonardo.

O clássico entre Leão e Tufão de amistoso só o nome, a ansiedade de ambos os times mostraram o nível da rivalidade e a vontade de vencer. Desde o apito inicial o que se viu foi marcação forte e intensidade nas jogadas. Mas aos 5 minutos do primeiro tempo, o lateral-direito Getúlio, abriu o placar para o São Raimundo.

Após levar o primeiro gol, o Leão acordou. Minutos depois o meia, Fininho cruzou e de cabeça Lídio colocou a bola no travessão do Tufão. O Naça pressionou Leonardo e Hyantony tiveram suas chances, mas a bola não entrava. Até que Thiago Marin deu passe para o camisa 9 do Leão que desviou de cabeça, deixando tudo igual.

Para a segunda etapa da partida, o técnico nacionalino confirmou o que havia dito, utilizou os jogadores reservas, apenas o lateral André Luiz permaneceu na equipe que tinha no gol, Wagner, nas laterais, Peter, na zaga, Kelvin e Luan, os volantes, Denis e Jhuan Kleber, os meias, Railson e Evandro e os atacantes, Tiago Verçosa e Wanderley.

Com um novo time em campo, a torcida nacionalina passou a acreditar mais na virada sobre o Tufão, mas Uílton marcou o segundo gol que deu a vitória ao São Raimundo. Final Nacional 1 x 2 São Raimundo.
Para o atacante Leonardo, a derrota deste amistoso servirá para corrigir os erros cometidos que, de acordo com ele, foi provocado pela ansiedade.

“É sempre ruim começar um trabalho com derrota, pois treinamos muito nos últimos dias. No jogo de hoje cometemos alguns erros e acredito que foi por conta da ansiedade. Estávamos fazendo o que o professor Naves havia orientado, mas o gol que levamos logo no início nos obrigou a mudar a tática do jogo. No final, perdemos, mas agora é corrigir os erros e mostrar nossa evolução para as próximas partidas. Vamos focar nos treinos e trabalhar mais forte ainda para a estreia do dia 08, contra o Vilhena”, afirma.

A arbitragem foi muito criticada pelos dois times, o árbitro Carlos Augusto amarelou 11 jogadores e expulsou o atacante do Naça, Wanderley que reclamou de uma falta.

A torcida compareceu

A torcida nacionalina demostrou, na tarde desde domingo, na Colina, que 2015 vai estar ao lado do Naça em todas as competições, não importa o resultado. Apesar de sofrer um gol logo no início da partida, os animados torcedores não deixaram de acreditar na virada e pararam de cantar, gritar e pular. Ainda na primeira etapa comemoram o gol de empate do Leão.

Foi um espetáculo a parte que assim como os jogadores, os torcedores não esperavam a derrota para o Tufão.

Por Ennas Barreto – Ascom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.