Mudança e esperança

Jorn. Osny Araujo

 

Jorn. Osny Araujo
Jorn. Osny Araujo

Osny Araujo*

Esperançoso, ontem/hoje, bati o meu recorde em frente à TV, assistindo com muita atenção e esperança a histórica reunião do Senado Federal, com a duração de mais de 20 horas, neste difícil momento da vida nacional atravessa com uma grave crise econômica, política e até moral.

Ao amanhecer de hoje, a história começou a mudar, espero que para melhor. O Senado, com ampla maioria, mesmo contra os absurdos argumentos do bloco governista, finalmente, aprovou, agora sim, o processo de contra a presidente Dilma, em função do desgoverno que o Brasil vive, razão pela qual o país está praticamente paralisado.

Sai Dilma e entra Temer, temporariamente. Claro que não era essa a mudança sonhada pelos brasileiros, mas é uma mudança. Não é o brasileiro que gostaríamos de ter na presidência da Republica e nem me perguntem quem seria, porque não o saberia responder no momento. O que sei, é que mesmo não sendo o presidente ideal, certamente será melhor que Dilma.

Não tenho dúvida que toda a mudança se reflete em alterações e mesmo melhorando e ainda considerando que Temer, mesmo navegando com Dilma, por muito tempo no mesmo barco, espero que tenha inteligência, e competência e faça um Governo democrático,  respeitando o povo brasileiro e promova junto com o Congresso Nacional as reformas que o país tanto precisa e mantenha a necessária e constitucional independência dos Poderes da Repúbica, para o bem de todos e felicidade geral da nação brasileira.

O momento não é de festejar, mas de ter esperança e torcer muito para que a mudança produza frutos positivos. Neste momento, é preciso dizer que o PT, deixou alguma coisa boa para os brasileiros, especialmente no campo social, mas também, provocou grandes males ao país, principalmente no que tange a economia, com o Governo do PT, com sede de poder e barganha, dividiu o Brasil, jogando o país num buraco quase sem fundo. Para isso, precisamos de um Brasil unido e não divido por partidos e facções. O Brasil é maior que tudo isso.

Faz algum tempo, que nós brasileiros, assistimos estarrecidos e indignados, os rumos errados que o Governo do PT estava levando o país e entendo que estava na hora de sair, para que possamos respirar novos ares mais sadios. E o PT, ao contrário do que afirmam os fanáticos, que tudo aconteceu não passou de um golpe, o que não procede. O impeachment é constitucional, não interessa os milhões de votos que a presidente recebeu, cometeu crime, precisa e deve ser punida. É o que está acontecendo.

O PT  saiu do Palácio do Planalto, porque o Governo Dilma meteu as mãos pelos pés e é bom que se diga que o impeachment é um instrumento absolutamente constitucional, logo, o processo de impeachment, contra a presidente afastada Dilma Rousseff, não representa nenhum golpe e sim mostra que o país tem uma democracia jovem, porém pujante.

Ao aprovar a abertura do processo, o Senado Federal, apenas acompanhou a vontade da grande maioria do povo brasileiro, expressada nas manifestações nas ruas e nas Mídias das redes sócias. A mudança era um desejo da nação.

Ao escrever este modesto artigo, ouço o discurso de posse, digamos assim, do agora presidente Michel Temer, e confesso que gostei, a começar pela diminuição da máquina administrativa do estado brasileiro, com a extinção e junção de cerca de dez mistérios. Tomará que o discurso de Temer, não seja mais uma falácia e que amanhã, ele não seja fisgado pela amnésia e esqueça tudo o que disse e prometeu ao povo brasileiro, como a presidente Dilma esqueceu as promessas de campanha.

O PT deixa, pelo menos agora, ainda momentaneamente, o Governo e retorna após mais de dez anos, para um lugar onde sempre trabalhou muito bem, a oposição. Só espero que seja uma oposição inteligente e responsável.  É bom lembrar que a oposição é e será um instrumento importante a qualquer Governo, desde que seja uma oposição responsável e não revanchista.

Sei que o presidente Temer, tem nas mãos um grande e cascudo pepino, mas acredito em melhorias, embora saiba que as coisas não acontecerão num estalar de dedos, precisará de pulso forte, de indigência e de apoio popular e institucional para que as coisas aconteçam, para o bem de todos e felicidade geral da nação, com Ordem e Progresso, como está estampado na nossa gloriosa bandeira. O momento é novo, por isso, de sonhos e esperança. Boa sorte, presidente Temer, boa sorte Brasil. Que assim seja.

Osny Araújo é jornalista e analista político.

Emails osnyaraujo@bol.com.br/amazonianarede@gmail.com

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.