Microsoft fecha fábrica na Zona Franca e demite 1.200 funcionários, afirma coluna

Companhia anunciou que irá cortar até 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo
Companhia anunciou que irá cortar até 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo
Companhia anunciou que irá cortar até 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo

MANAUS – A empresa Microsoft vendeu a fábrica que tinha na Zona Franca de Manaus e encerrou as operações, segundo publicação na coluna Radar Online do site da revista Veja. Conforme nota, serão fechados 1.200 empregos.

Por conta do fechamento, a fabricação do Xbox será feita em Sorocaba. Além de os incentivos fiscais compensarem mais, pesou na decisão o fato de a Suframa estar sem comando desde o começo do ano –o que emperra decisões burocráticas.

Em julho deste ano, a Microsoft começou a demitir empregados da fábrica da antiga Nokia, a única planta de celulares da companhia no País, que aderirem ao Plano de Demissões Voluntária (PDV).  No Brasil, a corporação possui 2,4 mil colaboradores, a maioria em Manaus. A informação é do setor de comunicação da multinacional.

Segundo a empresa, a adesão ao PDV aplicado em Manaus será estendido vai até o próximo dia 15 de julho, para ajustar a capacidade de produção da fábrica à demanda.  De acordo com o comunicado da corporação, o objetivo é reduzir custos e simplificar operações.

A companhia anunciou que irá cortar até 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo, sendo a maior parte no segmento de smartphones, após a perda de participação no mercado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.