Maradona pede prisão para a filha em processo contra ex-esposa

Maradona pede prisão para sua filha em processo contra ex-esposa

Advogado do ídolo argentino afirma que pedirá prisão preventiva de Gianinna tentar despistar origem de dinheiro supostamente roubado por sua mãe, Claudia Villafañe

Argentina – O ídolo do futebol argentino, Diego Maradona, pode colocar a própria filha na cadeia. Segundo o próprio advogado do ex-jogador, Matías Morla, em entrevista a um programa de TV de Buenos Aires, haverá um pedido de prisão preventiva Gianinna Maradona, envolvido no caso em que o “El Diez” processa a ex-esposa, Claudia Villafañe, iniciado em 2015.

Maradona acusa a ex-esposa de roubá-lo no período em que eram casados em cerca de € 3,8 milhões (cerca de R$ 14,7 milhões na cotação atual). Gianinna acabou sendo envolvida por suspeita de que ela teria feito movimentações bancárias no Uruguai para despistar a origem dos valores recebidos por sua mãe, Claudia.

– Do Uruguai, nos informaram que fecharam e abriram uma conta. Sem dúvidas, pediremos a prisão preventiva (de Giannina). Claudia entrou no esquema. Agora, o que é preciso ser feito é de onde conseguiu os bens que foram omitidos (…) O que vai fazer um pai? Ir falar com o juiz para pedir que não a detenha? Isso quem determina é o juiz. Não pode intervir na investigação porque há um fiscal, um juiz, o FBI. Em uma evasão impositiva, a vítima não é Maradona, é o Estado – explicou o advogado.

Por outro lado, Gianinna se defendeu das acusações em suas redes sociais e diz que perdoaria seu pai por tê-la envolvido no processo.

– Faço um trabalho interno divino. Perdoei coisas piores dele (Diego Maradona) e hoje também decido que o perdoo. Mesmo aqui, a tantos quilômetros de distância, só posso enviar todo meu amor e agradecer a ele porque é graças a ele que pude escolher quem sou e como gostaria de ser – escreveu a filha do ídolo argentino.

Amazonianarede-GE

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.