Manifestações chegam a Brasília na véspera da estreia da Seleção

A onda de manifestações que começou em São Paulo, inicialmente contra o aumento das tarifas de transporte público, chegou a Brasília na véspera da estreia da Seleção Brasileira na Copa das Confederações.

Nesta sexta-feira, um dia antes do jogo contra o Japão, mais de uma centena de pessoas desfilou diante do Estádio Mané Garrincha para protestar.

Os manifestantes levaram muitas faixas e até atearam fogo em uma barricada de pneus, com o intuito de fechar o fluxo de veículos em uma das vias de acesso à arena. Suas faixas reclamavam do “AI6 da Copa” (em alusão ao Ato Institucional número 5, o mais duro da ditadura militar brasileira), pediam “liberdade” aos manifestantes de São Paulo, reforçavam que não se tratavam de “terroristas” e criticavam principalmente os gastos do governo para a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Havia também quem lutasse por habitação.

Ao contrário do que ocorreu em São Paulo, não houve violência – pelo menos durante a manhã – em Brasília. Policiais acompanharam a manifestação de perto, alguns com armas à mostra, mas não fizeram uso de força para dispersar os manifestantes, escoltados por inúmeras viaturas e observados à distância até por um helicóptero.

(Gazeta) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.