Manifestação de empresários não impedirá a Prefeitura de continuar com o “pente fino” que atingirá também escolas e igrejas, diz Arthur

Amazonianarede – Osny Araújo

Manaus – O prefeito Arthur Neto que retornou a Manaus após participar do Encontro Nacional de Prefeitos com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília, rebateu categoricamente as críticas feitas por alguns empresários da noite, sobre a rigorosa fiscalização que a Prefeitura está realizando na cidade, a fim de evitar acidentes graves como o que ocorreu recentemente na cidade gaucha de Santa Maria, onde centenas de jovens morreram ou foram feridos.

O prefeito alertou que todas as medidas tomadas foram sensatas e terão continuidade em outros setores, como igrejas e escolas, ou seja, em locais onde existam grandes concentrações de púbico e tudo isso, em nome da segurança e nada mais.

Mesmo a despeito da manifestação ocorrida em frente a Prefeitura por um grupo de empresários da noite, que protestaram contra a interdição de 58 interditadas na capital, o prefeito disse que não arrecadará o pé e a fiscalização que nada mais é do que um zelo pela segurança da população, terão sequencias e as casas serão reabertas quando as recomendações feitas forem apresentadas e consideradas legais pelas autoridades do setor.

“DE JOELHOS”

Arthur Neto foi claro ao afirmar que durante esse trabalho da prefeitura iniciado a cerca de dois dias, nenhum estabelecimento recebeu notificação e prazo para a regularização. “Eles [empresários] queriam que eu desse um prazo e ficasse ajoelhado, rezando, para ninguém morrer? Não há prazo para colocar hidrantes e construção de saídas de emergência com ‘o carro andando’, declarou o prefeito.

Anunciou que uma reunião entre a comitiva de fiscalização e proprietários das casas noturnas deve ocorrer nesta sexta-feira (1º). Ele disse que se reunirá com os empresários para ouvir as solicitações, mas afirmou que não será conivente em aceitar as reaberturas sem as adequações das casas noturnas.

Arthur informou ainda que o “pente-fino” nos estabelecimentos de Manaus será estendidos ainda a igrejas, escolas e shoppings da cidade como medida para evitar acidentes nesses locais. “As equipes não vão hesitar em fiscalizar nem as igrejas”, disse.

No balanço até o momento dessa fiscalização Prefeitura de Manaus,foram expedidas 168 notificações, 56 autuações e 22 registros. A maioria das infrações está relacionada à ausência de licenças ambientais e alvarás de funcionamento.

As blitze estão sendo realizadas após a tragédia que matou 235 pessoas durante incêndio em uma boate em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Para o prefeito, a segurança Ada população da cidade estará sempre em primeiro lugar, por isso o trabalho continuará com a mesma intensidade com que foi iniciado, a fim de que as casas irregulares possam ser regularizadas e reabertas com conforto e segurança para atender ao povo, até porque são importantes no contexto da sociedade, mas precisam funcionar de acordo com os critérios legais e de segurança estabelecidos. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.