Manaus Ambiental multada pela segunda vez em um mês

Manaus – Pelo péssimo serviço prestado a população e por desrespeitar as normas ambientais, a concessionária de águas e esgoto Manaus Ambiental foi multada pela segunda vez, pela prefeitura da capital, por descumprimento de exigências contratuais.

Com base em parecer da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado Amazonas (Arsam), o sub-procurador-geral do município, Rafael Albuquerque Gomes de Oliveira, recomendou a aplicação de três multas administrativas. Juntas, as multas totalizam R$ 887.115, 77.

A recomendação da sub-procuradoria foi acatada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que determinou à Procuradoria-Geral a adoção de providências para a execução da sanção.

De acordo com o sub-procurador, as multas são resultado do não cumprimento das metas de qualidade, omissão na prestação de informações solicitadas pela Arsam, e, ainda, por reincidência, no prazo de um ano, pela não promoção de procedimentos adequados, em relação aos serviços de atendimento ao cliente.

É a segunda sanção da prefeitura aplicada à Manaus Ambiental este mês. No último dia 23, a Secretaria Municipal do Meio-Amiente e Sustentabilidade (Semmas) autuou a concessionária com multas que somam R$ 1.584. 850 pelos danos causados pelo rompimento de uma tubulação de esgoto que vinha levando dejetos sem tratamento ao igarapé do Mindu, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Nova, zona Norte da capital.

Fonte: Assessoria 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.