Macapá: Impasse na redução do preço da passagem de ônibus

Começa a vigorar, nesta segunda-feira, 1 de julho, a nova tarifa de ônibus de R$ 2,10, conforme foi decidido nessa semana pelo prefeito Clécio Luís, em ato oficial, em decorrência dos últimos acontecimentos no país, com presença da população nas ruas pedindo melhores de condições de vida. Paralelamente, e pelo mesmo motivo, também passa a vigorar nesta segunda o novo preço da passagem de ônibus intermunicipal entre Macapá e Santana – R$ 2,35.

No âmbito municipal da capital, a tarifa de ônibus foi reduzida de R$ 2,30 para R$ 2,10, enquanto que para a linha Macapá-Santana a redução foi de R$ 250 para R$ 2,35. Ainda nessa semana, em relação ao tramsporte público coletivo, a Assembleia Legislativa aprovou projeto do governo desonerando as empresas do setor do ICMS cobrado sobre combustíveis. Isso sacrificará o governo em R$ 5 milhões por ano, mas em contrapartida possibilitará a redução das tarifas dos ônibus em todos os 16 municípios amapaenses.

A entrada em vigor da passagem de ônibus na capital ao preço de R$ 2,10 ainda era motivo de dúvidas, ontem, em razão de certa resistência do setor empresarial do transporte coletivo.

Prefeito, empresários, CTMac e representantes da sociedade civil organizada ficaram de se reunir à noite para tratar do assunto que até o fim da tarde ainda era motivo de preocupação, principalmente do Poder Executivo municipal, haja vista a posição tomada pela classe patronal do setor.

Segundo era informado, ontem, os empresários aceitavam a redução da passagem de ônibus de R$ 2,30 para R$ 2,10, desde que a Prefeitura suprimisse a tarifa cidadã de metade do preço usual cobrada aos domingos e feriados em Macapá.

(Diário do Amapá)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.