Líder Cruzeiro aposta na força da torcida para vencer Atlético-PR

(Fonte: iG)

Equipe mineira defende invencibilidade em casa, enquanto paranaenses tentam se manter no G4 do Brasileirão.

Líder do Campeonato Brasileiro com 43 pontos, o Cruzeiro quer ampliar a vantagem em cima dos concorrentes no jogo deste sábado, contra o Atlético-PR, às 18h30 (de Brasília), no Mineirão.

Um dos trunfos da equipe comandada por Marcelo Oliveira para vencer o adversário é sua torcida, que tem jogado ao lado do time nas partidas no Mineirão, onde não foi derrotado em nenhum oportunidades neste ano.

Os jogadores sabem da importância do torcedor e pedem apoio para a partida ante o Atlético-PR. “Precisamos chamar nossa torcida, pois estamos fazendo bom trabalho em casa e esperamos que neste jogo ela possa nos ajudar a buscar a vitória”, disse o zagueiro Bruno Rodrigo.

Ao todo são 18 jogos de invencibilidade do Cruzeiro no Mineirão, fato que motiva o volante Nilton, que sabe que o time pode contar com a força que vem das arquibancadas. “Sei que estará e bonito o Mineirão. Conto com todos os torcedores lá. Dentro de campo faremos o possível para honrar essa camisa e conquistar mais uma vitória”, afirmou.

Para essa partida, o técnico Marcelo Oliveira pode contar com praticamente todo o elenco à disposição. As únicas ausências são o volante Tinga e o atacante argentino Martinuccio. Tinga se recupera de uma lesão na panturrilha esquerda e não joga desde 3 de agosto. Já Martinuccio ficou de fora das últimas duas partidas do time celeste por causa de uma pancada no pé direito.

O armador Júlio Baptista e o atacante Borges que foram poupados na vitória sobre o Goiás, em Goiânia, na última quarta-feira, estão relacionados para pegar o Atlético, mas não tem a titularidade assegurada. “Borges e Julio Baptista estão concentrados. Vamos armar o time. Não é mistério, mas o calendário não dá a condição de armar o time em campo. A base do time é a mesma. Se tivermos jogadores com propensão para lesão, vamos usar elenco que estamos propagando que temos”, disse Marcelo Oliveira.

Os números do Atlético-PR impressionam. Além de ter o artilheiro da competição, Éderson, após 13 jogos seguidos sem derrota, a equipe, que ocupava a vice-lanterna, chegou à segunda colocação e, após o empate diante do Fluminense, se manteve no G4, na quarta posição. Porém, segundo o técnico Vagner Mancini, um dos responsáveis por essa arrancada, o bom momento traz alguns ‘efeitos colaterais’.

O principal, em sua análise, é a postura dos adversários, que mudou radicalmente, especialmente na defesa, que dá menos espaços, “Já está acontecendo isso. Por termos virado o turno no G4, estamos chamando a atenção dos outros times e os adversários vêm atrás, marcando. É importante que a equipe saiba sair desse tipo de marcação”, avaliou.

Sem novos problemas para escalar o time, Mancini pode fazer uma mudança pontual na lateral. Ainda sem contar com os laterais Pedro Botelho e William Rocha, vetados pelo departamento médico, o técnico tem improvisado Zezinho no setor, mas sabe que esta não é a solução ideal. Dessa forma, Maranhão, que voltou a fazer parte do elenco, surge como opção. No ataque, Roger foi regularizado e deve ficar no banco, podendo estrear no decorrer da partida.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X ATLÉTICO-PR
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de setembro de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian e Borges
Técnico: Marcelo Oliveira
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Zezinho (Maranhão); Bruno Silva, João Paulo, Paulo Baier e Everton; Marcelo (Roger) e Ederson
Técnico: Vagner Mancini.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.