Liberação de crédito imobiliário no Amazonas teve ter alta de 40%

Manaus – No primeiro trimestre de 2013 a Caixa Econômica Federal fechou 2.439 contratos habitacionais no Amazonas. Os números apresentam um crescimento de 48,44% em relação aos obtidos pelo banco em 2012, quando foram fechados 1.643 contratos entre janeiro e março.

O mercado amazonense representa 0,75% do mercado de financiamentos imobiliários da Caixa. Nacionalmente, no 1º trimestre de 2013, a Caixa assinou 324.640 novos contratos, em um valor de R$ 28,9 bilhões.

Segundo a assessoria de imprensa do banco, a expectativa de crescimento da empresa no Estado é de pelo menos 40% em relação aos valores obtidos no ano passado, quando foram fechados 9.150 contratos no Estado, o que totalizaria mais de 12.800 contratos assinados.

Em valores, ano passado, a caixa obteve R$ 982,218 milhões com os financiamentos e esse ano deve ultrapassar a marca de R$ 1,37 bilhão. Até agora já foram obtidos R$ 285,189 milhões, contabilizando apenas os meses de janeiro, fevereiro e março. Em 2012, nesse mesmo período, os valores chegavam a R$ 199,879 milhões. Um crescimento de 42,7%.

“Minha Casa Melhor” no Amazonas

A presidente Dilma anunciou na segunda-feira (18) que o programa “Minha Casa Melhor”, teve a adesão de 12 mil famílias em seus primeiros quatro dias de funcionamento. No entanto, no Amazonas, apenas 175 famílias aderiram ao programa nesse primeiro momento de um total de 6.738 famílias que tem direito ao crédito e as vantagens concedidas pelo programa no Amazonas. O que equivale a 2,59%. No entanto a assessoria da Caixa no Amazonas informou que esperam um crescimento da procura com o início desta semana.

Anunciado pelo governo federal no último dia 12, o novo programa coloca à disposição de todos os beneficiários do “Minha Casa, Minha Vida”, que estiverem com o pagamento das prestações em dia, R$ 5 mil em crédito para a compra de móveis e eletrodomésticos. Os produtos podem ser financiados em até 48 meses, com juros 0,41% ao mês, valor que, segundo o governo, está bem abaixo dos praticados pelo mercado.

Em seu programa de rádio “Café com a Presidenta”, Dilma Roussef, explicou que o cartão do “Minha Casa Melhor” só pode ser utilizado nas lojas cadastradas pela Caixa Econômica Federal e os beneficiários tem um ano para usar o crédito a partir do momento em que dispuserem do cartão. Segundo a presidente existe 13 mil estabelecimentos credenciados no país. No Amazonas existem 23 lojas cadastradas no programa.

O governo definiu um grupo de produtos que podem ser comprados por meio do programa. Cada produto tem um valor máximo, estratégia utilizada para garantir que as lojas mantenham os preços praticados antes do programa. O crédito do programa pode ser utilizado para comprar 10 tipos de móveis e eletrodomésticos. Que variam de valor máximo de R$ 300,00 para mesas e cadeiras até R$ 1.400 para TVs Digitais.

Pagamento do Bolsa Família

Um mês após os boatos que levaram mais de 900 mil pessoas a sacarem R$ 152 milhões em um único final de semana provocando correrias e confusão nas agências, a Caixa Econômica Federal voltou a pagar o Bolsa Família nesta segunda-feira.

O atendimento foi reforçado por funcionários destacados exclusivamente para dar orientações aos beneficiários e evitar novos problemas. Segundo a assessoria de imprensa responsável pela Caixa no Estado, os pagamentos realizados no Amazonas não apresentaram nenhuma dificuldade e tudo ocorreu com tranquilidade. São 335.222 famílias beneficiadas pelo Bolsa Família no Estado.

De acordo com o cronograma da Caixa os pagamentos ocorrerão de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). Está previsto para hoje o pagamento para os cartões com final “2”. Tendo sido realizado ontem os pagamentos aos cartões com final “1”. Seguindo em ordem crescente, com exceção aos finais de semana, quando não haverá liberação de pagamentos.

Em maio, a Caixa liberou antecipadamente todos os pagamentos do programa no dia 17, devido a uma alteração no sistema de pagamentos da empresa, o que gerou uma série de boatos sobre o fim do Bolsa Família. O novo sistema substitui o anterior que estava em vigor desde 2000.(Jornal do Comércio)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.