Interior acreano intensifica plantação de cítricos e açaí

Amazonianarede – Semcom,AC

Rio Branco, AC – Ao longo da última semana, equipes das gerências de Tarauacá e Feijó realizaram a entrega de mudas de citros (frutas cítricas) e açaí, respectivamente, aos produtores dos municípios. O trabalho acontece mesmo durante o período de chuvas intensas no Acre e o objetivo é fortalecer a produção no Estado.

De acordo com o titular da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, Lourival Marques, a meta é entregar 600 mil mudas de açaí em Feijó que devem beneficiar mil produtores. O produtor Lindomar da Silva vai investir na plantação de 160 mudas de açaí em dois hectares de sua propriedade rural. Ele afirmou que essa será uma nova experiência com o cultivo do açaí, porque da primeira vez que tentou investir nessa cultura não obteve sucesso.

“O açaí não se dá com muito sol, e quando eu plantei a primeira vez foi num lugar que pegava muito sol. Agora, o pessoal da Seaprof me explicou como deve ser e vou plantar num lugar que tem sol, mas vai ter outras plantas para sombrear. Daqui uns quatro ou cinco anos eu espero ter muito açaí aqui”, disse.

A família do produtor Cláudio das Chagas e de Maria das Dores Chagas também está investindo no plantio de citros. Eles moram numa área de terra que pertence a um Projeto de Assentamento às margens da BR-364, em Tarauacá, e contam que antes mesmo de partir para a diversificação de culturas já utilizavam a mucuna para evitar queimadas e derrubadas.

Mecanização

Cláudio das Chagas conta que a Seaprof o auxiliou na mecanização de 25 hectares de sua propriedade. A mecanização foi feita com máquinas da própria Secretaria de Produção e ajudou no plantio de milho. “Nosso plantio tem chamado a atenção dos outros produtores, porque nosso milho, por exemplo, tem crescido muito bonito e com qualidade. Sei que isso é porque escolhemos plantar a mucuna, em vez de queimar ou derrubar.

Antes, ninguém queria saber da mucuna, agora todo mundo vem aqui atrás de semente para plantar também”, revela Maria das Dores.

Na última quinta-feira, 13, o casal de produtores recebeu 120 mudas de citros, entre elas maracujá e abacaxi. “Com esses investimentos na produção eu espero melhorar, porque essas frutas são rentáveis e bem produtivas, como o maracujá. A gente tem recebido muito apoio da Seaprof, e isso é importante porque a gente vai crescendo na nossa produção”, completou Maria das Dores.

Narselho Silva, gerente da Seaprof em Tarauacá, diz que, mesmo com as fortes chuvas na região, o trabalho segue intensificado para garantir que o plantio seja feito dentro do período previsto no cronograma.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.