No intenso verão, plantas em locais públicos recebem tratamento especial

No verão, plantas em locais públicos,  recebem tratamento especial na capital
No verão, plantas em locais públicos, recebem tratamento especial na capital

Manaus, AM – A Prefeitura de Manaus está intensificando a irrigação de praças, canteiros e passeios públicos da cidade, dando continuidade às ações de manutenção das mudas plantadas nestes locais. Atualmente, dois carros-pipa, com capacidade para armazenar até dez mil litros d’água, cada um, trabalham regando diariamente 15 logradouros públicos com plantas.

O trabalho é feito por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) em horários diferenciados e dias alternados, desde as primeiras horas da manhã e, em alguns casos, à noite, a partir das 22h, para evitar transtornos ao trânsito. Os carros-pipas são financiados pelo Fundo Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (FMDMA).

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Itamar de Oliveira Mar, o esforço visa reduzir o impacto das altas temperaturas registradas neste período do ano sobre as mudas plantadas.

“Já enfrentamos a questão do vandalismo, que nos leva a perdas significativas, e com esse calor se não tomarmos os devidos cuidados, podemos amargar mais perdas ainda de mudas, principalmente no Viveiro Municipal, onde está a nossa produção de mudas”, afirmou o secretário Itamar Mar. A irrigação é feita de forma intercalada, com as rotas estabelecidas pelo Departamento de Arborização e Paisagismo da Semmas.

Atualmente, estão sendo irrigados o Parque Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho (antigo Lagoa do Japiim), Espaço Verde Campo Dourado, Avenida Natan Xavier Vasconcelos, Avenida Manaus 2000, Praça do La Salle, Praça Nossa Senhora de Nazaré, Praça Dom Pedro, Praça do Cigs, Rua Maceió, Avenida Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba), Djalma Batista, Avenida Álvaro Maia, Ephigênio Salles e a Praça da Saudade. De acordo com o diretor em exercício de Arborização e Paisagismo da Semmas, Lucas Ourique, o trabalho é importante para garantir a sobrevivência das mudas.

“A água é essencial em todos os processos metabólicos das árvores, sendo também o solvente dos minerais do solo absorvidos pelas plantas. Quando há diminuição dos índices pluviométricos e, consequentemente, da unidade do solo, as plantas podem parar de crescer e até morrer”, afirma Lucas Ourique. Ele explica que além do cuidado em relação à irrigação, são feitas também inspeções para verificar a necessidade de reposição de mudas.

Amazonianarede

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.