Inferno astral

Osny Araújo*

O mês de junho terminou e foi de muita festa para a torcida brasileira com a conquista do tetra da Copa das Confederações, Garantido, que por seis décimos foi o campeão do centenário em Parintins e também de um grande inferno astral para o Governo Dilma, com manifestações com vândalos infiltrados por todo o país e agora várias categorias brasileiras se preparam para dar seguimento ao inferno astral do Governo do PT com várias greves programadas para o mês de julho.O fato provocou uma queda livre na popularidade da presidente e começa a colocar em risco a sua reeleição, no primeiro turno.

As manifestações, tirando os bandidos em vândalos que se infiltraram no movimento, tirando um pouco a beleza do ato patriótico, com a sociedade, com base em movimento articulados pela juventude, apresentando demandas aos Governos em todos os níveis do que precisa ser feito para melhorar o país e a vida dos brasileiros, certamente colherá vários e bons frutos num futuro próximo.

No Amazonas, tanto o governador Omaz Aziz ( PSD) como o prefeito da capital Arthur Neto (PSDB), estão sensíveis e entenderam a voz das ruas e certamente estão trabalhando para atender as reivindicações mais urgentes e tudo começou com a queda na tarifa de ônus já em duas oportunidades. A primeira, antes mesmo das manifestações o prefeito baixou em dez centavos e depois, numa ação conjunto Governo do Estado e Prefeitura, houve nova redução, desta feita de 15 centavos, deixando a tarifa em R$ 2,75. Media positiva e vista com muita simpatia pela sociedade.

O fato, é que as manifestações , nos dá a certeza de que o Governo e a classe política que parecia dormir em berço esplêndido desperto para a realidade e começam a ver com mais clareza que o povo não está satisfeito do jeito que as cosias estão e de como estamos sendo governado em todos os níveis e representados nas nossas casas legislativo de norte a sul de leste a onde, onde a insatisfação é geral.

De um momento para outr5os observamos que os parlamentares na Câmara dos Deputados e no Senado começam a trabalhar e a aprovar medidas importantes e interessantes para o país, como por exemplo , rejeição da famigerada PEC 37 que queria amputar o Ministério Público brasileiro e não tenho dúvidas que foi o clamor popular nas ruas que evitou essa desgraça.

A presidente Dilma, que ainda só tem conversado com aliados, começa a esboçar algumas reações no rumo do atendimento da voz das ruas e trabalhar para que consigamos ter em pouco tempo uma reforma política, cujos vários projetos dormem nas gavetas e arquivos dos computadores no Congresso Nacional, sem que nada se faça, isto porque, a reforma, certamente não interessa a nossos viciados políticos que se misturam com o povo,especialmente as camadas mais humildes em anos eleitorais em busca de votos. Aí tem tapinhas nas costas, abraças, almoçam e tomam café com os mais humildes e depois de eleitos, somem como por encanto.

Esses políticos, com raras e honrosas exceções, estão observando que o povo não os encara com bons olhos e que a condenação poderá vir logo no ano que v em quando muitos deverão estar concorrendo a reeleição ou outros cargos políticos como deputados, senadores e governadores e quem sabe, em função desse fato, mudem o comportamento para melhor e passem a respeitar o povo como merece.

Mas nesse inferno astral em que vive o Governo e a classe política, especialmente a turma que integra o Congresso Nacional, até o Judiciário deu uma demonstração de como as coisas estão mudando e poderão melhorar ainda mais.

Após o julgamento do mensalão, que ainda não colocou ninguém na cadeia, mas existe a promessa, o STF determinou a prisão de um deputado federal em pleno mandato, fato que poderá ser considerado histórico nos dias atuais. Os deputados Natan e Marcos Denadon, – federal e estadual respectivamente – do PMDB de Rondônia, tiveram as suas prisões decretadas e o PMDB se apressou em expulsa-los da sigla, embora o federal tivesse sido condenado em 2010 e guardava recursos. Com a posição firme do STF, o partido ainda que tarde, resolveu se livrar dos dois parlamentares corruptos.

É amigos, parece que estamos começando a viver novos tempos no Brasil após o barulho feito pela sociedade pelas ruas do país, mostrando os erros através de faixas, cartazes e palavras de ordem e mostrando para o Governo quais as demandas.

O Governo começa a tentar resolver algumas demandas pedidas nas ruas, a seleção brasileuira, penta campeã do mundo, fez as pazes com a torcida. Com relação ao Governo e aos políticos, a hora é de colocar a mão na massa e tentar voltar a ficar de bem com o povo, porque 2014 não é só de Copa do Mundo é de eleição também e ele está chegando.

(Postagem simultânea nos sites: Noticianahora, Amazonianarede, Tadeudesouza e blog Jornalismo Eclético).
*Osny Araújo é jornalista e analsita político.
E-mail: [email protected][email protected]                                                                

 
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.