Indústria tem expansão mais lenta em 6 meses

São Paulo – A indústria brasileira teve em abril o menor crescimento em seis meses, provocando diminuição no número de funcionários, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada nesta quinta-feira (2).

É a primeira queda nas vendas para exportação desde novembro.

O indicador compila os dados do setor industrial e de serviços em cerca de 30 países. Números acima de 50 pontos indicam expansão e uma leitura abaixo mostra contração da atividade.

Em abril, o PMI do instituto Markit atingiu 50,8, desacelerando ante a leitura de 51,8 de março e a pior desde outubro passado (50,2), mas permanecendo por pouco acima da marca de 50 pontos pelo sétimo mês seguido.

Nesse cenário, o número de funcionários no setor industrial registrou queda pela primeira vez em quatro meses, com o índice relativo a esse quesito ficando abaixo da marca de 50.

“Os entrevistados que indicaram perdas de empregos mencionaram a não reposição de funcionários que se demitiram”, explicou o Markit em nota.

Segundo o Markit, o volume total de novos pedidos registrou a taxa de expansão mais fraca desde outubro do ano passado. Além disso, após quatro meses de expansão, o volume de novos negócios para exportação registrou queda em meio a relatos de uma demanda mais fraca. De acordo com o Markit, cerca de 3% dos entrevistados indicaram níveis mais baixos de pedidos para exportação.

Insumos

As compras de matéria-prima pelos fabricantes aumentou de forma modesta em abril, e os estoques desses produtos caíram pelo 23º mês seguido, com quase 5% das empresas relatando reservas mais baixas de insumos.

O Markit destacou que, embora tenha havido forte aumento nos preços de insumos como aço, plásticos e combustíveis, a concorrência impediu que as empresas repassassem aos clientes a carga total dos custos, o que levou ao aumento apenas moderado dos preços de fábrica.

Dados recentes também vêm destacando a fragilidade da indústria. Em abril, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas recuou pelo segundo mês seguido, com destaque para uma insatisfação em relação ao presente.(UOL)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.