Imigrantes continuam chegando na fronteira do Acre

Problema social grave
Problema social grave

Rio Branco, AC – Sem qualquer tipo de controle, tudo começa pela cidade de Assis Brasil, na fronteira com o Peru. Ao contrário do que falam pessoas ligadas ao governo do Acre, o imigrantes continuam chegando com o mesmo fluxo de antes. Brasiléia e Assis Brasil vem recebendo esses viajantes sem qualquer tipo de restrição e que dão entrada no Brasil através do Acre normalmente.

Sem qualquer tipo de controle, tudo começa pela cidade de Assis Brasil, na fronteira com o Peru, quando não, senegaleses contratam taxistas bolivianos para entrar pela cidade de Cobija, entrando pela ponte Wilson Pinheiro a qualquer hora do dia ou da noite.

Somente no dia desta terça-feira, dia 22, cerca de 30 imigrantes esperavam o visto em frente da delegacia da Polícia Federal na cidade de Epitaciolândia. Para alguns, dizem que foram pegos de surpresa ao saber que o abrigo tenha sido fechado.

Com o fechamento do ponto de acolhimento em Brasiléia, se teme um levante de imigrantes pelas ruas das duas cidades da fronteira acreana. Até o fechamento, o abrigo registrou cerca de 2600 imigrantes no município que tem uma população de pouco mais de 22 mil habitantes.

Fonte: O Rio Branco

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.