Hoje tem Vasco e Criciúma na Colina histórica

Nenê, a maior estrela do Vasco, deverá continuar fora

 

Nenê, a maior estrela do Vasco, deverá continuar  fora
Nenê, a maior estrela do Vasco, deverá continuar fora

Rio – A incógnita sobre o retorno de Nenê para a partida contra o Criciúma, hoje , em São Januário, seguiu no treino de ontem. Como ainda não tem a garantia do camisa  10 (veja mais ao lado), Jorginho já começa a idealizar o time que vai a campo. E o esquema adotado poderá ser ofensivo contra a equipe catarinense, o que poderá ajudar os atacantes vascaínos a elevarem o número de gols marcados na Série B.

O Vasco tem, ao lado do Náutico, o melhor ataque da competição com 29 gols. No entanto, os atacantes não estão balançando a rede de forma regular, tendo marcado apenas oito vezes, o que dá a contribuição de 27,5% de participação no quesito.

Leandrão foi o mais efetivo do grupo, com três gols marcados. Curiosamente ele, que já tinha deixado o time titular nos últimos três jogos, deverá perder ainda mais espaço. Isso porque Éderson, que atuou por apenas 45 minutos, já fez o seu. Além dele, Caio Monteiro, Eder Luis, Thalles (que começou jogando nas últimas partidas) e Riascos, que atuou apenas na rodada inicial, também balançaram a rede adversária em apenas uma oportunidade.

Ederson que esteiou com gol, etá cinfirmado no  jogo de heje
Ederson que estreou com gol, etá confirmado no jogo de hoje

Até os zagueiros, que em tese têm mais a missão de evitar gols, estão mais efetivos. Luan, que está na Seleção Olímpica, marcou quatro gols, enquanto Rodrigo fez o seu em três oportunidades, sendo dois deles fundamentais para as vitórias sobre Londrina e Bragantino.

Jorginho talvez pense que com três atacantes em campo, o setor deslanche de vez. Até porque o artilheiro do Vasco na Série B é justamente Nenê, com 10 gols.
– Não acho que seja falta de empenho dos atacantes. Os jogadores treinam muito a finalização. O Éderson marcou um gol importante no último jogo. Eles se cobram, mas o importante é que eles estão ajudando o nosso time, seja sofrendo faltas, por exemplo. Mas isso pode ser passageiro – afirmou o lateral Madson.

Inspiração para os atacantes do Gigante da Colina não falta. Afinal de contas, o clube é conhecido em sua história por formar grandes artilheiros do nosso futebol.

Amaznianare-Lancce

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.