Hamilton supera Nico; Massa arranca 3º lugar no grid para GP da Inglaterra

Lewis Hamilton sai mais mais uma vez na´ ponta

Inglaterra – Piloto da casa,

Lewis Hamilton sai mais mais uma vez na´ ponta
Lewis Hamilton sai mais mais uma vez na´ ponta

viu seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, se sobressair nos treinos livres de sexta-feira e dominar boa parte da classificação deste sábado para o GP da Inglaterra, válido pela 9ª etapa da temporada 2015 da Fórmula 1. Mas no Q3, na hora que a pole estava em jogo, o britânico fez valer o fator casa e, empurrado pela torcida nas arquibancadas de Silverstone, anotou o tempo de 1m32s248, conquistando a posição de honra do grid de largada. Com 1m32s361, o alemão completou mais uma dobradinha para as Flechas de Prata. 

Se na primeira fila não houve surpresas, o grande destaque da atividade foi Felipe Massa. O brasileiro da Williams encaixou uma boa volta nos segundos finais, 1m33s085, e arrancou o terceiro lugar no grid, à frente de seu parceiro de time, Valtteri Bottas, o quarto com 1m33s149.

Discreta nos treinos livres, a equipe inglesa acabou surpreendendo a Ferrari na qualificação. Mostrando melhor desempenho que Sebastian Vettel na pista inglesa neste fim de semana, Kimi Raikkonen ficou com a quinta posição, seguido pelo tetracampeão. Daniil Kvyat (RBR), Carlos Sainz Jr. (STR), Nico Hulkenberg (Force India) e Daniel Ricciardo (RBR) completaram os dez primeiros.

Diferentemente de Massa, Felipe Nasr não teve um bom dia. O jovem brasileiro foi eliminado logo no Q1 e ficou com a 16ª posição. Apesar da Sauber não apresentar bom ritmo no circuito inglês, o sueco Marcus Ericsson ainda conseguiu avançar ao Q2, e larga em 15º, em um dos poucos revezes de Nasr para o parceiro no duelo interno no time suíço em 2015.

Após nove etapas, o placar de poles está 8 a 1 para Hamilton contra Rosberg em 2015. Foi também a 46ª pole do inglês na carreira, deixando Sebastian Vettel para trás e se isolando como terceiro a mais largar na ponta na história da Fórmula 1, atrás apenas de Michael Schumacher (68) e Ayrton Senna (65).

Por apenas um centésimo, Felipe Nasr acabou eliminado logo no Q1, ao ficar com o 16º tempo, atrás de Pastor Maldonado, que ficou com a última vaga no Q2. Caíram também os pilotos da McLaren, Fernando Alonso e Jenson Button, e da Manor, de Will Stevens e Roberto Merhi.

Lá na frente, a dupla da Ferrari usou pneus médios para rivalizar com os concorrentes da Mercedes, que usaram compostos duros. Raikkonen fez o melhor tempo do Q1, 1m33s426, e Vettel foi o terceiro, passando atrás de Rosberg, mas à frente de Hamilton. Massa avançou na 9ª posição, enquanto seu companheiro Bottas passou com o 5º tempo.

No Q2, com todos os pilotos de pneus médios, Rosberg se sobressaiu, com o tempo de 1m32s737. Hamilton, por sua vez, passou em terceiro, atrás de Bottas, que encaixou uma surpreendente boa volta, 1m33s020, nos segundos finais. Massa garantiu vaga no Q3 com o sétimo tempo, atrás de Kvyat, Vettel e Hulk. Quem levou um susto foi Raikkonen.

O finlandês teve seu melhor tempo deletado por extrapolar os limites da pista na curva 9, como avisado pela direção de prova, e precisou fazer outra volta rápida, avançando em 9º. Outros dez pilotos tiveram voltas anuladas pelo mesmo motivo, sendo que Maldonado foi o único a ter duas marcas canceladas. Ricciardo e Sainz completaram os 10 que avançaram para a disputa da superpole.

Foram eliminados: Pérez (Force India), Romain Grosjean (Lotus), Max Verstappen (STR), Pastor Maldonado (Lotus) e Marcus Ericsson (Sauber).

Ricciardo abriu os trabalhos no Q3 com 1m33s943, mas logo foi desbancado pelo pelotão, com exceção de Hulk. Nas primeiras tentativas de voltas, Hamilton foi o mais rápido com 1m32s248, seguido por Rosberg, Bottas e Massa. A dupla da Ferrari aparecia depois, com Kimi e Vettel.

Como de costume, nos minutos finais, todos os pilotos foram para os boxes para colocar novos jogos. Nos momentos decisivos, nem Hamilton e nem Rosberg conseguiram melhorar seus tempos e a pole ficou com o britânico. O único a evoluir na parte final foi Massa, que pulou para terceiro, desbancando Bottas e os carros da Ferrari.

 Grid de largada para o GP  da Inglaterra

Disputaram o Q3: 1    Lewis Hamilton    Mercedes    1m32s248    – 2    Nico Rosberg    Mercedes    1m32s361    0s113 3    Felipe Massa    Williams/Mercedes    1m33s085    0s837 4    Valtteri Bottas    Williams/Mercedes    1m33s149    0s901 5    Kimi Raikkonen    Ferrari    1m33s379    1s131 6    Sebastian Vettel    Ferrari    1m33s547    1s299 7    Daniil Kvyat    RBR/Renault    1m33s636    1s388 8    Carlos Sainz    STR/Renault    1m33s649    1s401 9    Nico Hulkenberg    Force India/Mercedes    1m33s673    1s425 10    Daniel Ricciardo    RBR/Renault    1m33s943    1s695 Eliminados no Q2: 11    Sergio Perez    Force India/Mercedes    1m34s268    2s020 12    Romain Grosjean    Lotus/Mercedes    1m34s430    2s182 13    Max Verstappen    STR/Renault    1m34s502    2s254 14    Pastor Maldonado    Lotus/Mercedes    1m34s511    2s263 15    Marcus Ericsson    Sauber/Ferrari    1m34s868    2s620 Eliminados no Q1: 16    Felipe Nasr    Sauber/Ferrari    1m34s888    2s640 17    Fernando Alonso    McLaren/Honda    1m34s959    2s711 18    Jenson Button    McLaren/Honda    1m35s207    2s959 19    Will Stevens    Marussia/Ferrari    1m37s364    5s116 20    Roberto Merhi    Marussia/Ferrari    1m39s377    7s129

Amazonianarede-Globoesporte

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.