Governador Omar Aziz lança programa “Amazonas Alfabetizado” e entrega títulos de propriedade na zona leste

(Foto: Chico Batata – Agecom)

O governador Omar Aziz lançou, na manhã deste sábado, o programa “Amazonas Alfabetizado”, coordenado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e que vai, na fase inicial, alfabetizar 16 mil jovens e adultos, acima de 15 anos, em 28 municípios do Estado.

Também neste sábado na zona leste, Omar Aziz entregou 1.537 títulos definitivos para moradores dos bairros Zumbi dos Palmares e Tancredo Neves.

Na ocasião do lançamento do “Amazonas Alfabetizado”, na Escola Estadual Manoel Rodrigues, no bairro Armando Mendes, o governador também anunciou as escolas vencedoras do Prêmio de Gestão Escolar 2013, que neste ano teve como primeiro lugar a Escola Estadual João Bosco Ramos de Lima, de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus), que receberá R$ 6 mil e sua gestora viajará para os Estados Unidos para conhecer a gestão administrativa das escolas norte-americanas.

O programa “Amazonas Alfabetizado” atenderá 16 mil pessoas, na etapa inicial, com material e apoio didático para que aprendam a ler, escrever e ter o domínio sobre operações básicas de Matemática. “Uma pessoa que não sabe ler e escrever não é uma pessoa completa, falta alguma coisa, é como se vivesse na escuridão. O que nós queremos aqui é tirar esse cidadão dessa condição e dar a ele a oportunidade de ver o mundo sob outra perspectiva”, destacou Omar Aziz.

Durante a cerimônia, o governador reforçou, ainda, que o Governo do Estado vai oferecer especialização para seis mil professores da rede pública estadual para melhorar cada vez mais a qualidade da educação, principalmente no ensino fundamental.

Com aulas aos sábados e duração de seis meses – abrangendo 240 horas de atividades – o “Amazonas Alfabetizado” será aplicado nos municípios de Alvarães, Amaturá, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Borba, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Canutama, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Coari, Iranduba, Itacoatiara, Japurá, Manacapuru, Manaus, Manaquiri, Manicoré, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves, Tapauá e Uricurituba. No biênio 2013/2014, a meta da Seduc é alfabetizar 57.596 alunos, distribuídos nos 62 municípios amazonenses.

Após o lançamento do “Amazonas Alfabetizado”, o governador entregou a premiação às escolas vencedoras do Prêmio de Gestão Escolar 2013. Neste ano, 167 escolas públicas do Estado concorreram. As escolas classificadas entre o 2º e o 5º lugar receberam uma condecoração por participarem no processo do Prêmio de Gestão.

Entrega de títulos – Omar Aziz também entregou, neste sábado, 1.537 títulos definitivos para moradores dos bairros Zumbi dos Palmares e Tancredo Neves, na zona leste de Manaus, em cerimônia na Escola Estadual Professora Maria Teixeira Góes.

“É muito importante para as pessoas terem essa documentação em mãos, para garantia de que essas propriedades são realmente delas. Além disso, o cidadão que tem o título de terra definitivo pode conseguir melhorias através de financiamento e até na valorização do seu imóvel”, enfatizou o governador.

Foram entregues 791 títulos para moradores do Zumbi e 746 no Tancredo Neves. Essa é a terceira entrega de títulos realizada pelo governador Omar Aziz este ano. A primeira foi realizada dia 20 de abril para moradores do Puraquequara e Colônia Antônio Aleixo. No dia 31 de julho, foram entregues 3,2 mil títulos para moradores de 11 bairros das zonas oeste e centro-oeste de Manaus.

Segundo o secretário de Política Fundiária, Ivanhoé Mendes, a entrega englobou títulos emitidos este ano e aqueles que não foram concedidos por problemas de documentação ou questões técnicas em anos anteriores. “Estamos começando a entrega dos títulos nos bairros que receberam este ano as equipes de regularização fundiária. São mais de dez bairros em Manaus”, afirmou.

Ao receber o título definitivo de posse, o proprietário do terreno deve procurar um cartório para fazer o registro do imóvel. O registro é gratuito para terrenos de até 250 metros quadrados. Mendes explica que o título definitivo garante segurança jurídica sobre a posse da propriedade, além de possibilitar o acesso às inúmeras políticas públicas e de crédito em agências de fomento e bancos oficiais, mas que só tem validade se o proprietário fizer o registro do título no cartório de imóveis.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.