Flamengo abre semifinais do Carioca em reencontro com a Cabofriense

Rio de Janeiro – Três dias depois de se enfrentarem pela fase de classificação, Flamengo e Cabofriense se reencontram às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, mais uma vez no Maracanã, na abertura das semifinais do Campeonato Carioca.

O Rubro-Negro, que ganhou por 5 a 3 no fim de semana, acabou a fase anterior em primeiro lugar, conquistando inclusive a Taça Guanabara e o favoritismo para os novos duelos. O time de Cabo Frio, porém, é a grande surpresa da temporada, terminando a disputa em quarto lugar.

O favoritismo do Flamengo se deve a várias questões, como por exemplo ao fato de poder jogar por dois empates para ser finalista. Os dois times se enfrentarão novamente no sábado. Além disso, os flamenguistas, no fim de semana, ganharam com relativa facilidade mesmo preservando alguns titulares.

“Realmente existe um favoritismo por parte do Flamengo por tudo aquilo que fizemos ao longo da temporada e não podemos fugir disso”, admite Léo Moura. “Mas não acredito que vamos encontrar facilidades. Ser favorito não significa ganhar por antecipação e o nosso adversário também vai fazer de tudo pela vaga na decisão”, afirma o lateral.

A vitória de domingo passado inclusive vem sendo minimizada pelos flamenguistas. O técnico Jayme de Almeida, por exemplo, exalta o adversário e prega respeito na luta por uma vaga na final. “A Cabofriense não chegou a esta etapa da competição por acaso ou porque algum time desistiu. Ela chegou porque montou um grupo de jogadores que souberam jogar o Campeonato Carioca, que se empenharam bastante e que conseguiram colocar o time em um estágio muito importante”, defende o treinador rubro-negro, que diminui a vantagem do empate.

“Não podemos acreditar que vamos nos classificar apenas porque temos a vantagem do empate ou porque não teremos um rival tradicional na disputa. Para mim serão dois jogos muito complicados, decididos na base dos detalhes e que poderão nos causar surpresas se não entrarmos ligados e assim permanecermos ao longo dos noventa minutos” analisa o técnico.

Depois de escalar os reservas contra essa mesma Cabofriense, Jayme mandará a campo o que tem de melhor, mas isso não significa que não existam problemas. O lateral esquerdo André Santos, com dores na coxa esquerda; o volante paraguaio Víctor Cáceres, com luxação no ombro direito; e o meia Elano, com dores na coxa direita, foram vetados. Assim, João Paulo permanece na lateral esquerda e Amaral e Muralha formarão a dupla de volantes. A vaga de Elano pode ser preenchida pelo volante Luiz Antonio, mas a tendência é que o esquema volte a ser o tradicional 4-4-2, com Paulinho ganhando oportunidade no ataque ao lado de Hernane.

Pelo lado da Cabofriense, o técnico Alexandre Barroso promete apenas muita determinação de sua equipe, mas admite que o favoritismo é todo do adversário. “Não podemos lutar contra fatos. O Flamengo ganhou o último jogo e tem a melhor campanha. Mas a Cabofriense vem trabalhando muito e chegou com méritos até esta semifinal. Vamos seguir trabalhando no sentido de darmos mais um passo nesta nossa bonita história no Campeonato Carioca”, disse Barroso.

O treinador da Cabofriense tem apenas o desfalque do meia Pará, que é reserva e vai cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Assim, manterá a base que vem atuando.

Quem avançar destes confrontos entre Flamengo e Cabofriense vai decidir o Campeonato Carioca com o ganhador do duelo entre Fluminense e Vasco, que se enfrentarão somente nesta quinta-feira, também no Maracanã, só que às 21h(de Brasília). As finais do Estadual estão previstas para 6 e 13 de abril.

FICHA TÉCNICA
CABOFRIENSE X FLAMENGO
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de março de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Lilian Fernandes Bruno (RJ) e Andréa Marcelino de Sá (RJ)
CABOFRIENSE: Luis Cetin, Rodrigo Dias, Luizão, Victor Silva e Leandro; Jardel, Tijolo, Silvano e Eberson; Bruno Veiga e Fabrício Carvalho
Técnico: Alexandre Barroso
FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Muralha, Gabriel e Everton; Paulinho (Luiz Antonio) e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

Por: Gazeta Press

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.