Febrace mostra isolante de buriti inventado por estudantes

Amazonianarede – Assessoria

Porto Velho, RO – Fibra de buriti, uma palmeira típica da Amazônia, é a matéria-prima que três estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, do Campus de Ariquemes, usaram para criar um isolante térmico tão eficiente quanto isopor.

O projeto está exposto na 11ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), vai até 14 de março, em São Paulo.

A pesquisa com fibra de buriti está em votação com outros trabalhos de estudantes brasileiros para representar o País em uma feira mundial, que vai acontecer nos Estados Unidos, em maio. O projeto dos alunos Wanderson Pereira, Lucas Pedro Cipriani e Gustavo de Bertão foi classificado em primeiro lugar em uma exposição na Bahia.

Segundo os alunos, a pesquisa é para comprovar de forma eficaz a produção de isolantes térmicos com a utilização da fibra do buriti. Além disso, eles pretendem desenvolver métodos diferenciados para esta produção e analisar a possibilidade de substituir isopor por buriti.

As professoras e orientadoras dos três alunos, Márcia Bay e Márcia de Lima, afirmam que o resultado do projeto mostra que a produção de isolantes térmicos a partir da fibra é uma alternativa viável ao isopor.

O isolante criado pelos alunos pode servir para promover desenvolvimento social e ambiental, a partir da substituição do isopor – material com tempo indeterminado de decomposição na natureza – por uma fibra vegetal e totalmente biodegradável.

A 11ª edição da Febrace ocorre na Universidade de São Paulo (Poli-USP) e conta com 330 projetos realizados por estudantes do ensino básico de 25 estados brasileiros e do Distrito Federal. Os finalistas foram selecionados entre 1.898 trabalhos submetidos diretamente pelos estudantes ou indicados pelos organizadores das 65 feiras afiliadas. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.