Fase de grupos da Libertadores começa e Brasil tenta manter hegemonia

Amazonianarede – iG

São Paulo – Campeões das últimas três edições da Libertadores, os clubes brasileiros iniciam nesta semana nova trajetória rumo ao título mais cobiçado do continente. Internacional e Santos, campeões em 2010 e 2011, não jogam o torneio, mas Corinthians, atual campeão, Atlético-MG, Fluminense, Grêmio, Palmeiras e São Paulo vêm fortes pelo título.

Em apenas duas edições deste século (2001 e 2004), não houve ao menos um finalista brasileiro da Libertadores. As finais brasileiras em 2005 (São Paulo x Atlético-PR) e 2006 (Internacional x São Paulo) motivou a Conmebol a definir os confrontos das semifinais pela nacionalidade dos clubes, dificultando que haja uma final entre clubes do mesmo país.

Em número de títulos, os clubes brasileiros ainda estão longe dos argentinos. Os vizinhos já conquistaram a competição 22 vezes, contra 16 títulos brasileiros. O Boca Juniors, com seis triunfos, é a equipe com mais títulos nesta edição. O Independiente, maior campeão com sete troféus, não participa do torneio neste ano.

Neste século, o Brasil levou cinco títulos (São Paulo, Internacional (2), Santos e Corinthians) contra quatro da Argentina (Boca Juniors (3) e Estudiantes). Colômbia (Once Caldas), Equador (LDU) e Paraguai (Olímpia) ganharam uma vez cada.

Três jogos dão o pontapé inicial à fase de grupos nesta terça-feira. Entre eles, destaque para a partida entre Emelec e Vélez Sarsfield, em Guayaquil. O time argentino, campeão do Torneio Inicial, é um dos favoritos a quebrar a hegemonia recente do Brasil no torneio. Com o mesmo técnico desde 2009, Ricardo Gareca, e o reforço do volante Fernando Gago, ex-Real Madrid e Roma, a equipe tem uma base consistente. O camisa 10, Federico Insúa, é um dos destaques da equipe que busca seu segundo título do torneio. O Vélez foi campeão na edição de 1994 e está no grupo 4, Emelec, Peñarol e Deportes Iquique.

O primeiro jogo do dia também reúne tem campeão continental. O Nacional, tricampeão da Libertadores, recebe o Barcelona de Guayaquil. O time uruguaio não vive os melhores momentos da sua história, mas com o veterano Álvaro Recoba e “Loco” Abreu, espera ao menos ir mais longe do que em 2012, quando nem passou da fase de grupos. A tarefa não será fácil, já que além do Barcelona, campeão equatoriano, a chave 1 tem Boca Juniors e Toluca.

A outra partida do dia reúne Universidad do Chile, campeã da Sul-Americana 2011 e semifinalista da Libertadores de 2012, e Deportivo Lara, da Venezuela, que jogam em Santiago.

GRUPO 1
Barcelona (EQU)
Nacional (URU)
Boca Juniors (ARG)
Toluca (MEX)
Próximos jogos: Nacional x Barcelona (12/02); Boca Juniors x Toluca (13/02)

GRUPO 2
Sporting Cristal (PER)
Libertad (PAR)
Palmeiras
Tigre (ARG)
Próximos jogos: Palmeiras x Sporting Cristal (14/02); Tigre x Libertad (21/03)

GRUPO 3
Arsenal (ARG)
The Strongest (BOL)
Atlético-MG
São Paulo
Próximos jogos: Atlético-MG x São Paulo (13/02); Strongest x Arsenal (14/02)

GRUPO 4
Vélez (ARG)
Peñarol (URU)
Emelec (EQU)
Deportes Iquique (CHI)
Próximos jogos: Emelec x Vélez (12/02); Iquique x Peñarol (13/02)

GRUPO 5
Corinthians
San Jose Oruro (BOL)
Millonarios (COL)
Tijuana (MEX)
Próximos jogos: Millonarios x Tijuana (19/02); San José x Corinthians (20/02)

GRUPO 6
Independiente Santa Fé (COL)
Cerro Porteño (PAR)
Real Garcilaso (PER)
Tolima (COL)
Próximos jogos: Real Garcilaso x Santa Fé (14/02); Tolima x Cerro Porteño (14/02)

GRUPO 7
Deportivo Lara (VEN)
Universidad de Chile (CHI)
Newell’s Ols Boys (ARG)
Olímpia (PAR)
Próximos jogos: U. de Chile x Lara (12/02); Newell’s x Olimpia (14/02)

GRUPO 8
Fluminense
Huachipato (CHI)
Caracas (VEN)
Grêmio
Próximos jogos: Caracas x Fluminense (13/02); Grêmio x Huachipato (14/02) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.