F-1: diretor da Williams explica ‘grande prazer’ em bater a Ferrari em 2014

08-01ferrariEquipe de Grove ficou à frente da escuderia italiana na última temporada. Pat Symonds também disse que é fundamental manter a continuidade neste ano.

Em 2014, a Williams bateu escuderias mais poderosas do que ela, ficando em terceiro lugar no Mundial de Construtores da Fórmula 1. Ciente da disparidade de receitas em relação a Ferrari e McLaren, por exemplo, Pat Symonds – diretor de performance da equipe – fez questão de enaltecer o quanto a terceira colocação no último ano foi comemorada por sua equipe.

– Temos de traçar uma meta alta. Não somos um time em problemas financeiros de nenhuma forma, mas somos um time que não tem a renda que nossos competidores possuem. É uma das coisas que me dá grande prazer em bater a Ferrari ano passado, não é o fato de que eu sou competitivo, mas que batemos um time com o dobro do nosso orçamento – disse Symonds à revista inglesa “Autosport”, nesta quinta-feira.

Visando a temporada deste ano, o dirigente da escuderia de Grove, na Inglaterra, acredita que a receita para o sucesso é a continuidade do planejamento dos últimos tempos, já que não possuem tantos fundos.

– Não foi apenas a unidade de força. Em 2013, tivemos a mesma unidade de força de quem ganhou o campeonato e ficamos em nono. Muitas coisas novas vieram para 2014. A unidade de força obviamente foi o mais significativo, mas coisas como o freio automático, as regulamentações aerodinâmicas, elas foram mais importantes que as pessoas percebem – afirmou.

Oficialmente, a temporada 2015 está marcada para começar dia 15 de março, na Austrália. Já a pré-temporada da F1 se inicia no próximo mês, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

Fonte: Lancenet

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.