Exposição mostra potencialidades do Amapá

(Foto: Divulgação)

Na edição da 50ª Expofeira Agropecuária do Amapá, que iniciou nesta sexta-feira, 27, o visitante teve a chance de conhecer um pouco mais sobre a história e as potencialidades econômicas, culturais e aspectos sociais de cada município amapaense.

No chamado Pavilhão dos Municípios e Territórios, montado no espaço onde antes ficava localizado o “Malocão”, representante das prefeituras promovem o institucional e mostram suas riquezas.

Segundo o coordenador do Pavilhão da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Alfredo Silveira, várias metodologias serão utilizadas para divulgar as regiões. No estande da Prefeitura de Tartarugalzinho, município localizado a 230 quilômetros da capital, o estande remonta um pedacinho do município, que tem como principais atividades econômicas o comércio e o funcionalismo público.

No estande estão expostos produtos do artesanato local e um grande cacho de banana, símbolo do principal fruto cultivado na região. Tanto prova que, no mês de dezembro, acontece o Festival da Banana no município, uma das mais importantes festas do calendário oficial da cidade.

Segundo a secretária municipal de Cultura, Marth Santos, Tartarugalzinho vive hoje um novo tempo, por conta, principalmente, do apoio ao desenvolvimento regional que Governo do Estado tem dado aos 16 municípios amapaenses. “Estamos na expectativa de que este ano o município promova o melhor festival de todos os tempos”, assegura.

Conhecido pela forte economia proveniente da agropecuária, o estande do município de Amapá expõe ao público os principais produtos fabricados pelos fazendeiros locais: o famoso queijo da região, a manteiga líquida e o doce de leite. Produzidos artesanalmente, mas com forte apelo comercial, principalmente na capital.

Além de Tartarugalzinho e Amapá, seis municípios participam do Pavilhão: Oiapoque, Macapá, Pracuúba, Ferreira Gomes, Itaubal do Piririm e Serra do Navio. Esta é a primeira vez que o espaço é apresentado na Expofeira Agropecuária, aberto à visitação das 14h às 22h, durante os dez dias do evento.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.