Está em Manaus a segunda cesta básica mais cara nas capitais brasileiras

Brasília – Segundo levantamento feito pelo Dieese, das capitais brasileiras, está em Manaus a segunda cesta básica mais cara do País.

O custo aumentou 3,39% na passagem do mês de março para abril deste ano, fechando em R$ 339,64. O valor deixou a capital do Amazonas no segundo lugar entre as cidades com cesta básica mais cara do País, perdendo apenas para São Paulo. A informação é do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) que calcula o preço da cesta em 18 capitais brasileiras.

Na capital amazonense, sete produtos tiveram aumento de preço e cinco apresentaram redução. O tomate (11,92%) é o produto que apresentou maior alta em abril, seguido por feijão (6,69%), da farinha (6,10%), da manteiga (5,18%), do pão (1,70%), do café (0,69%), do leite (0,36%). A banana (-4,59%) é o item com a maior redução no mês, seguido por açúcar (-3,98%), do arroz (-2,34%), da carne (-1,89%) e do óleo (-1,53%).
A diferença entre o valor dos 12 produtos pesquisados em Manaus, em abril do ano passado (R$ 267,19) e abril de 2013, é de 27,12%.

Comparativamente com março de 2013, um trabalhador que ganha um salário mínimo em Manaus comprometeu, em abril, 54,45% de seu rendimento líquido – R$ 623,76, após o desconto de 8% referente à contribuição previdenciária com a compra dos dos alimentos básicos. Em março, o comprometimento ficou em 52,66%. Este mesmo trabalhador precisou trabalhar 110 horas e 12 minutos para comprar a cesta básica em abril.

Em março, a jornada exigida era de 106 horas e 35 minutos. Já em abril, para comprar os gêneros alimentícios essenciais, o trabalhador remunerado pelo salário mínimo precisou realizar, na média das 18 capitais pesquisadas, jornada de 98 horas e 05 minutos, tempo superior às 96 horas e 47 minutos de março. Em relação a abril de 2012, a jornada comprometida também esteve maior, já que naquele mês eram necessárias 85 horas e 53 minutos.(Dieese)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.