Energia elétrica será tema de reunião mensal na ALEAM

Amazonianarede – Aleam

Manaus – O setor de energia elétrica passa a ter um espaço permanente de debates e de monitoramento na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM). Nesta segunda-feira (4), o Comitê de monitoramento do setor elétrico da Região Metropolitana de Manaus foi instalado, em reunião no Plenário Ruy Araújo, com a presença dos deputados estaduais Marcelo Ramos (PSB) e Orlando Cidade (PTN), representantes da empresa Eletrobrás Amazonas Energia, Ministério Público do Estado, Federação das Indústrias e Associação Comercial do Amazonas.

Segundo Marcelo Ramos, a criação do Comitê nasceu do diálogo entre a ALEAM, direção da Eletrobrás Amazonas Energia e setores produtivos do Estado. A partir destas reuniões, de acordo com o parlamentar, chegou-se ao entendimento de que um espaço permanente de debates traria resultados mais efetivos. “No nosso ponto de vista havia uma dificuldade de diálogo entre o parlamento e a empresa Amazonas Energia, dificuldades nas duas mãos. Portanto, fizemos um diálogo prévio, entendemos que a rotina de diálogo é o elemento fundamental para que a gente possa ser sinérgico com o objetivo de enfrentamento dos problemas que existem hoje na geração de energia elétrica”, declarou, lembrando que no fim do ano passado cogitou-se a possibilidade da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na ALEAM para investigar o setor de energia elétrica no Estado.

Sobre os trabalhos do Comitê, Marcelo Ramos explicou que as reuniões de trabalho irão ocorrer toda primeira segunda-feira do mês, na Assembleia, com a apresentação dos investimentos planejados pela Eletrobrás Amazonas Energia, dos relatórios de quais foram os apagões/desligamentos do mês anterior, do tempo que estes levaram para serem solucionados e que medidas foram tomadas para que não voltem a acontecer. “Assim nós teremos uma ação mais permanente”, concluiu.

O deputado Orlando Cidade pediu atenção para os problemas enfrentados pelos municípios distantes da capital e comemorou a informação de que no próximo mês de maio, Manaus estará interligada ao Linhão de Tucuruí. “Sem dúvida alguma, os apagões, se não acabarem, mas vão diminuir substancialmente. Mas não podemos esquecer dos municípios mais distantes, da geração que é importante para o desenvolvimento destas cidades”, destacou.

O diretor de geração e operação para a capital da Eletrobrás Amazonas Energia, Tarcísio Rosa, afirmou que o Comitê instalado na ALEAM é uma oportunidade de a empresa divulgar as ações que estão sendo realizadas e daquelas que estão sendo planejadas. “O comitê nos ajuda até no sentido de indicar se está tendo problema que não conhecemos”, afirmou.

Sobre os apagões, o diretor citou o trabalho de ampliação da geração de energia, da melhoria da distribuição e da interligação com o Sistema Elétrico Nacional. “Alguns eventos nós já controlamos. Com a característica da cidade, com muitas tempestades e trovoadas, é um pouco mais complicado. Além disso, há o grande volume de árvores, que é bom, mas também traz transtornos, às vezes. Não existe uma linha preparada pra uma grande árvore que caia sobre esta sem causar algum transtorno”, declarou.

Fonte: Diretoria de Comunicação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.