Empresas são condenadas a pagar R$ 1 milhão por trabalho escravo no Acre

Rio Branco – O Ministério Público do Trabalho no Acre (MPT-AC) ingressou com ação civil pública contra a Frigo Norte e a Construtora Colorado por trabalho escravo flagrado no frigorífico. O pedido de condenação das empresas é de R$ 1 milhão.

A construtora também foi acionada por responsabilidade solidária, uma vez que fornece gado para corte e é dona do terreno onde o estabelecimento está instalado.

Na ação, também é pedido que as empresas paguem indenização por dano moral individual no valor de R$ 20 mil para cada trabalhador encontrado em situação irregular.

Segundo nota do Ministério Público do Trabalho, durante a fiscalização, foram encontrados 26 trabalhadores em situação precária e sem registro em carteira.

Eles utilizavam sanitários em condições inadequadas e não estavam com equipamentos de proteção individual.

Procuradas, as empresas ainda não se manifestaram.

Fonte – Agência Brasi

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.