Empresas revelam ganhos na Mostra do PQA

(Amazonianarede – FIEAM)

Honda Componentes da Amazônia LTDA, uma das concorrentes ao Prêmio Qualidade Amazonas 2013, promovido pelaFederação das Indústrias do Estado do Amazonas expôs ontem (12) na 14ª Mostra de Gestão e Melhorias para Qualidade seu trabalho “Rejeição Interna do Escapamento CG Titan e CG Fan”.

O ferramenteiro da empresa, Elias Gima, relatou como ganhos a economia mensal de R$ 15 mil para R$ 63,00 no processo de escapamento dos modelos CG Titan e CG Fan, a redução de rejeição interna de 1008 peças para 14, ganho na produção de 1200 para 1219 de peças por turno, além de ganho na postura ergonômica dos funcionários.

As organizações vencedoras do PQA, nas modalidades de Gestão e Processo, serão anunciadas nesta sexta-feira (13), após a apresentação de todas as concorrentes na modalidade Processo, no auditório da Suframa, Distrito Industrial.

Elias Gima disse que antes o operador elevava o corpo do escamento para realizar prensagem manual e, com a automatização, o risco ergonômico saiu de alto para baixo risco.

O ferramenteiro enumerou ganhos em diversos aspectos: na qualidade, na produção, que aumentou com a redução de problemas de respingo, chocalho, peça furada, e o reflexo positivo também repercutiu nos custos, com a redução de gastos com lixamento e peças inutilizadas. “Além disso, o ganho no processo produtivo foi de 0,53 segundos, o que aumentou a quantidade de peças”, disse.

A Honda Componentes concorre a Modalidade Processo, categoria Grande Indústria, na qual já foi premiada em 2012 com o troféu ouro.

Concorrente na mesma categoria, a Whirlpool Latin America, apresentou o trabalho “Desenvolvimento Sustentável”, que teve como objetivo reduzir a zero a emissão de resíduos sanitários na empresa e ainda diminuir substancialmente o consumo de água.

De acordo com o coordenador de projetos de melhoria e manufatura da empresa, Flauber Ribeiro, para a questão dos resíduos, além de campanha de conscientização, com foco na redução do consumo da utilização de copos plásticos. Segundo ele, a organização teve que reorganizar todo seu processo de coleta seletiva.

“Em relação à água, potencializamos o problema com a produção de lava-louças em Manaus, pois os testes exigiam mais ainda o consumo de água”, disse Flauber Ribeiro. A solução foi reutilizar a água da chuva tanto nos testes quanto em outros processos como a refrigeração do prédio industrial e a reutilização da água também no teste de carretas que faziam o transporte do produto acabado.

Segundo Ribeiro, o grande ganho foi a conscientização dos colaboradores. “Houve redução de 89% do consumo de copos descartáveis. Deixamos de desperdiçar seis milhões de litros de água, e 40 toneladas de resíduos, desde 2012”, disse.

A padronização no processo produtivo da linha de TV’s LCD’s foi mtivo para a melhoria adotada em 2012 na Panasonic, que levou a indústria a reduzir os custos na fabricação do eletroeletrônico. De acordo com o apresentador do relatório sobre “Baixa Produtividade de LCD’s”, Adler Matos, a empresa apresentava, no ano passado, acréscimo de desperdícios de matéria-prima e aumento de horas extras, o que onerou os gastos na produção.

Para suprir a demanda do mercado com produção diária de três mil TV’s LCD’s, a empresa ocupava três linhas de produção e empregava cerca de 40 profissionais em cada, porém acumulava dificuldades. Para resolvê-las, implantou a 4ª. linha, visando padronizar o processo e elevar a qualidade na fabricação do produto.

“O custo de R$ 120 mil em cada linha foi pago após seis meses de pleno funcionamento das quatro linhas. Os benefícios foram representativos para empresa em redução de horas extras, contratação de recursos humanos e desperdício de matéria- prima”, explicou Adler, que destacou que atualmente as quatro linhas produzem 4 mil TV’s por dia, com apenas 28 pessoas.

“Outra vantagem de promover esse alinhamento da produção de LCD’s foi a oportunidade de apresentar o processo nesta edição do PQA 2013 e competir ao 6º troféu ouro da Panasonic”, disse o técnico de engenharia Adler.

O evento é a última etapa de avaliação das organizações inscritas no Programa Qualidade Amazonas (PQA), promovido FIEAM. Nesta edição, 29 organizações apresentaram seus cases de sucesso na busca contínua pela qualidade em serviços, produtos, processos e gestão.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.