Emprego com carteira assinada continua crescendo no Estado do Amapá

Macapá – O comércio liderou o número de novas contratações com carteira assinada em abril, abrindo mais 504 empregos formais somente neste mês. Nos quatro primeiros meses de 2013, já foram gerados 1.163 novos postos de trabalho no Estado e o saldo nos últimos doze meses chega a 5.600, um crescimento de 7,86% no período.

O crescimento no saldo de empregos formais e o salário em expansão são fatores essenciais para a diminuição das desigualdades no estado e refletem investimentos do poder público e do setor privado no Amapá.

Segundo dados divulgados na última terça-feira, 21, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o saldo entre contratações e demissões no Amapá ficou positivo em 583 novos empregos no mês de abril. O setor da construção civil foi o segundo que mais contratou em abril, com mais 102 novos postos.

Desde o início do ano, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) demonstram o crescimento gradual do nível de empregos no Amapá. Em março, por exemplo, mês historicamente de poucas contratações tendo em vista a sazonalidade da economia após o período de final de ano, somente o setor de serviços foi responsável por um saldo positivo de 476 novos postos de trabalho, o que garantiu um equilíbrio diante dos setores de comércio e construção civil, que tradicionalmente recomeçam as contratações a partir de abril, como demonstra o resultado da última pesquisa do Caged.

O grande número de empregos gerados no setor de serviços está diretamente relacionado ao crescimento do nível de vida da população, já que com mais recursos disponíveis à população melhora e diversifica seu padrão de consumo, exige e demanda mais serviços.

“Os dados do Caged representam o trabalho sério de planejamento e gestão que vem sendo realizado pela administração do governador Camilo Capiberibe, que nos permitiu executar recursos de diversas fontes, como BNDES, PAC, entre outros”, explica o secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro, Juliano Del Castilo Silva.

“O crescimento gradual e constante do nível de emprego no Amapá desde 2011 demonstra que os investimentos realizados pelo Governo do Estado se refletem no aumento da renda da nossa população. Com o início das novas obras previstas no Programa de Desenvolvimento Humano Regional Integrado (PDRI), nosso plano de investimentos para transformar o Amapá nos próximos quatro anos veremos essa taxa de crescimento de empregos com carteira assinada crescer de forma significativa”, avalia o governador Camilo Capiberibe.

O governador explica que cerca de R$ 350 milhões serão injetados na economia amapaense somente em 2013 a partir dos recursos do PDRI, que já está contratado com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e cujas obras já estão começando a ser executadas.

(Diário do Amapá)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.