Em Roraima, presos fazem motim na PA

(Reportagem: Daniela Meller)

No início da noite de ontem presos da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo (PAMC) se rebelaram durante a tentativa de contagem que é realizada todas as noites pelos agentes carcerários.

O motim teve início logo após o término da visita. O provável motivo teria sido o fato de um dos agentes carcerários ter tratado “mal” uma das visitas, em decorrência dos novos procedimentos de segurança para adentrar ao presídio.

A informação repassada à imprensa por fontes que estavam no local é de que os agentes carcerários de plantão se recusaram a entrar para fazer a contagem, haja vista que os presos se negaram a se recolherem nas celas, o que gerou um princípio de rebelião, necessitando de intervenção policial.

Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e policiais civis foram acionados para irem até o local, pois surgiu a informação de que parte dos rebelados teria arrombado uma sala onde ficam as reservas de armas, uma espécie de cofre e que também teriam chegado até algumas salas administrativas.

A reportagem tentou contato com a direção da PA, mas não houve retorno. A assessoria de comunicação da Secretaria de Justiça e Cidadania disse que houve foi apenas um tumulto por conta das novas regras de visitas impostas pela gestão e não aceitas por alguns reeducandos. A Sejuc garantiu que a situação estava sob controle e que em “situações adversas o que mais se ouve são boatos”.

As novas regras incluem um cadastramento mais rígido e a exigência de certidão de bons antecedentes. Às 19h30 a assessoria garantiu que os presos já teriam retornado para as celas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.