Em Rio Branco, assaltantes liberam reféns da lotérica e se entregam

(Amazonianarede – Eduardo Dantas)

Vinte pessoas, entre clientes e funcionários, foram feitos reféns em uma casa lotérica na área central de Rio Branco (AC) na manhã desta quinta-feira (10).

Por volta das 11h (12h no horário de Brasília), dois homens armados entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Quatro disparos foram efetuados pelos assaltantes, mas ninguém foi atingido. A lotérica fica a 50 metros de um quartel da Polícia Militar.

10.out.2013 – Policial aponta arma em direção à casa lotérica assaltante mantem reféns no centro de Rio Branco, no Acre, nesta quinta-feira (10). Desde 10 horas da manhã, dois homens e uma mulher mantêm cerca de dez pessoas como reféns.

Foram ouvidos seis disparos dentro da lotérica. As ruas da região central foram interditadas para facilitar o trabalho da Polícia Militar.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado e está no local para negociar com os bandidos que exigem colete à prova de balas, presença de um representante da Secretaria de Direitos Humanos e um táxi com placa de fora de Rio Branco. Toda área central foi isolada pela polícia e o trânsito na região ficou congestionado.

Segundo a capitã Marta, da Polícia Militar, um dos envolvidos é foragido da Justiça há dez dias. Ainda não há informações sobre a identidade do segundo assaltante. Segundo a capitã, as negociações estão sob controle e a PM está atendendo aos pedidos dos assaltantes.

Aproximadamente 30 pessoas estavam na agência quando os assaltantes entraram no local. Ao observarem o assalto, algumas pessoas que estavam no final da fila para atendimento conseguiram correr para fora do estabelecimento, e conseguiram escapar em razão da proximidade da porta da lotérica.

De acordo com uma das reféns liberadas, que não quis se identificar, os assaltantes seriam “muitos violentos”. Duas mulheres grávidas reféns passaram mal e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).
A mãe de um dos assaltantes foi ao local ajudar nas negociações com os policiais. Até o momento, onze reféns foram liberados.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.