Em busca de recuperação, Nacional pega o Genus (RO)

Diante do lanterna do Grupo A1 da Série D do Brasileiro, Genus (RO), o Nacional terá a obrigação de fazer o que não conseguiu diante do Paragominas (PA), na rodada passada. No interior do Pará, o Leão da Vila foi incapaz de devolver a primeira derrota na primeira fase, ao perder novamente para o Jacaré, desta vez por 2 a 1 e fora de casa.

A partida de ‘vida ou morte’ deste domingo será às 17h, no Estádio Roberto Simonsen (Sesi), em Manaus.

Ao time amazonense, só resta vencer os três jogos restantes, para evitar a eliminação precoce na primeira fase da competição. A terceira derrota em cinco jogos agravou a crise de confiança do torcedor na classificação do Naça, logo na reestreia do técnico Léo Goiano no clube.

Para apagar o incêndio, o treinador recebeu seis reforços, todos indicados por ele, e já deve escalar dois na linha de frente: o goleiro Gilberto e o atacante Leandro Cearense. O meia Bismarck, que a exemplo de Cearense só pode disputar a Série D e não a Copa do Brasil como os demais, é outro que já pode ser utilizado.

O novo comandante busca impor um time equilibrado entre defesa e ataque. Nos treinos durante a semana no CT Barbosa Filho, o lateral direito Andrezinho, que ganhou a titularidade depois de ser recontratado, foi bastante solicitado na armação das jogadas. Titular absoluto antes, Amaral ficará no banco de reservas.

No meio-campo, Roberto Dinamite terá a chance de ganhar a confiança do treinador como meia, ao invés de volante. A demissão do meia Michel Parintins, na quarta-feira passada, e a suspensão do principal armador, Danilo Rios, abriram as portas para o capitão da ‘Era Lana’.

O Nacional está na vice-lanterna da chave, com seis pontos. Caso perca novamente e o líder Plácido de Castro (AC) ou Náutico (RR) vençam nesta tarde, em confronto direto em Boa Vista, a classificação fica quase inviável ao representante do Amazonas. Além de vencer os dois últimos jogos, Leão da Vila dependeria de uma combinação de resultados.

Genus em baixa

Em situação mais delicada que o Nacional, o time do Genus não depende apenas das próprias pernas para avançar. Último colocado do Grupo A1, o Urso, de Porto Velho, perdeu quatro dos seis jogos que disputou e apenas vencendo as duas partidas restantes e torcendo pelos tropeços dos adversários, ainda pode sonhar com a classificação.

A única vitória do Genus foi, justamente, sobre o Naça, na goleada por 4 a 2, em Rondônia, há 11 dias, em jogo adiado da terceira rodada. Para o reencontro, o técnico Ionay da Luz sofreu as baixas dos laterais Dudu e Vander, contundidos. Com dores, o atacante Marcos Canhoto é dúvida para o jogo.

Ficha Técnica:

Nacional: Gilberto; Andrezinho, Emerson, Rafael Morisco e Wesley Bigú; Dênis Santos, Lídio, Evandro e Roberto Dinamite; Felipe e Leandro Cearense.
Técnico: Léo Goiano

Genus: Urso Diego Braga; Marcus Aurélio, Vagner Leonardelli, Kleiton e Diego Bahia; Valter Cavalo, Quintino, Rone e Josy; Careca e Marcos Canhoto (Souza).
Técnico: Ionay da Luz

Estádio: Roberto Simonsen (Manaus-AM)
Horário: 17h (de Manaus)
Árbitro: Antônio Trindade de Sousa (PI)

(Reprodução D24AM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.