É fácil resolver

Investigação – A Secretaria responsável pela revitalização do centro de Manaus precisa investigar duas denúncias, envolvendo camelôs. A primeira é de que vários donos de lojas fazem de camelôs uma extensão de seus negócios, no centro e nos bairros, abastecendo de mercadorias e isso é fácil resolver, colocando a fiscalização nas ruas para cobrar a nota fiscal dos produtos que são vendidos. A segunda é que existem vários apartamentos no antigo Hotel Amazonas que servem para depósito de mercadorias trazidas de Fortaleza, para abastecer o comércio dos ambulantes. Agora falta vontade de acertar os alvos.
 
Bons alunos – Alguns vereadores, mesmo estreantes na política, estão mostrando que aprendem rapidinho o “caminho das pedras”. Para contratar assessores, eles estão propondo o pagamento por meio de verba indenizatória, o que gera outra despesa para a Câmara Municipal e não mexe na verba de gabinete, que existe justamente com esse fim. É claro que profissionais sérios estão indignados com a proposta e não participam dessa maracutaia com o dinheiro público. Então tá explicado como eles ficam ricos em menos de um ano de mandato.

Fim dos tempos – O quê está acontecendo com a humanidade? Nos finais de semana, que normalmente seriam para descanso e diversão, as pessoas se matam por motivos fúteis e com requintes de crueldade. Há poucos dias um homem para o carro e passa a atirar num jacaré. Ontem, um homem, provavelmente tomado por alguma coisa, matou um gato a mordidas em Iranduba. Inexplicável e uma atitude bestial, digna de filmes de terror. Que espécie de ser humano é esse. Qual punição dar para esta coisa. Com a palavra a Justiça.

Sérgio Costa
Da Redação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.