Dunga convoca Marcelo e Robinho para amistosos da seleção brasileira

Dunga convoca Seleção para amistosos
Dunga convoca Seleção para amistosos
Dunga convoca Seleção para amistosos

Rio – O técnico Dunga anunciou nesta quinta-feira (05), no Rio de Janeiro, os jogadores convocados para a seleção brasileira que vai enfrentar França (26 de março, no Stade de France, em Saint-Denis) e Chile (29 de março, no Emirates Stadium, em Londres). As principais novidades na lista são as voltas do lateral esquerdo Marcelo (Real Madrid) e do atacante Robinho (Santos).

Jogadores convocados por Dunga perderão duas rodadas dos principais campeonatos estaduais de futebol do Brasil. O volante Elias, por exemplo, desfalcará o Corinthians nas partidas contra Penapolense (26/03) e Bragantino (29/03). O goleiro Jefferson, do Botafogo, perderá os duelos com Barra Mansa (25/03) e Vasco (28/03).

A convocação feita nesta quinta-feira é a última da seleção antes da lista para a Copa América deste ano, que será realizada no Chile entre junho e julho. Portanto, é um forte indicativo do grupo que será montado por Dunga.

Essa impressão é reforçada pelo tempo de estabilidade do grupo. Dunga não fazia uma convocação livre desde que montou o grupo para as vitórias sobre Argentina  (2 a 0 no dia 11/10/2014) e Japão (4 a 0 no dia 14/10/2014). O técnico montou apenas uma lista depois disso, para os triunfos sobre Turquia (4 a 0 no dia 12/11/2014) e Áustria (2 a 1 no dia 18/11/2014), mas não chamou jogadores que atuavam no futebol brasileiro porque as equipes locais estavam em fase final de temporada.

“Os que não estão na lista não estão excluídos e os que estão na lista não devem estar definitivamente convocados. Vão ocorrer lesões, cartões. Todo mundo tem de estar preparado para quando a oportunidade a chegar. Vamos continuar a observação e todos devem estar focados para realizar o melhor trabalho possível”, afirmou Dunga.

A lista desta quinta-feira recupera a base que Dunga havia criado para enfrentar Argentina e Japão. Isso inclui nomes como Diego Tardelli, que em 2015 trocou o Atlético-MG pelo Shandong Luneng (China). A seleção brasileira nunca teve em campo um atleta que defendesse uma equipe chinesa.

Escolhido pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para substituir Luiz Felipe Scolari depois da Copa de 2014, Dunga já disputou seis partidas em sua segunda passagem pelo cargo. O técnico tem 100% de aproveitamento até aqui.

Amazonianarede-Uol esportes

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.