Diretor geral do Vasco admite perder zagueiro Dedé em julho

Amazonianarede – Lancenet

Rio – Depois de recusar propostas do Corinthians por Dedé, no começo do ano, o Vasco já admite perdê-lo após 1° de julho, quando uma cláusula no contrato do zagueiro permitirá a saída. Quem deu o tom de pessimismo sobre a continuidade do Mito foi o diretor geral do clube, Cristiano Koehler.

– Acho que é muito difícil segurar o Dedé. O desejo de todos é que ele permaneça, mas, enfim… O clube precisa do recurso, o jogador também quer buscar outras oportunidades, com melhores remunerações. Os parceiros querem realizar o investimento. A gente precisa aqui trabalhar com lucidez para não iludir a torcida do Vasco dizendo que o Dedé não vai sair. Em algum momento, ele vai sair – disse, à Rádio Globo, no último sábado.

Dedé, com contrato até o fim de 2015, tem uma multa rescisória de R$ 70 milhões. O Vasco é dono de 45% dos direitos federativos dele e tem prioridade na compra do restante (45% pertencem ao Grupo DIS e 10% à Ability). O zagueiro está servindo à Seleção Brasileira e será desfalque no Vasco na partida de quarta-feira, contra o Nova Iguaçu.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.