Dilma poderá vir a Manaus e deve receber “homenagem” com Panelaço

movimentos sociais armam homenagem a Dilma, com panelaço
movimentos sociais armam homenagem a Dilma, com panelaço
movimentos sociais armam homenagem a Dilma, com panelaço

Brasil – O Planalto ainda não confirmou, mas nos corredores políticos de Brasília corre a informação extraoficial de que a presidente Dilma, poderá vir a Manaus ainda neste mês para participar da solenidade de inauguração da última etapa da reforma do aeroporto internacional Eduardo Gomes .Vale lembrar que a presidente ganhou com folga a eleição no Amazonas.

Como a informação chegou a capital amazonense, os movimentos sociais i, estão se preparando para participar do evento, com uma “panelaço” em posto ao comportamento do Governo com os brasileiros, bem diferente do que a presidente pregou durante a sua campanha eleitoral que lhe garantiu a reeleição.

A presidente Dilma Rousseff (PT), que pretende vir a Manaus no fim deste mês para a inauguração da última etapa das obras do aeroporto internacional Eduardo Gomes, será recebida com ‘panelaço’, segundo organizadores de movimentos sociais.

A direção do PT no Amazonas ainda não se manifestou nem com relação a possível vinda da presidente e muito menos sobre a propalada organização de uma manifestação com panelaço, garantido que só se manifestará sobre o assunto, caso o Planalto confirme a vista da presidente da Manaus.

Dilma poderá se fazer presente na inauguração das obras finais do Eduardo Gomes
Dilma poderá se fazer presente na inauguração das obras finais do Eduardo Gomes

Sobre a manifestação, os organizadores do protesto, garantem que o “ panelaço” se acontecer em função da visita, transcorrerá com ordem e sem vandalismos, “ apenas para que se demonstre a insatisfação do povo brasileiro da maneira da presidente Dilma governar o Brasil e o Amazonas, comunga desse sentimento”.

Garantiram os líderes dos movimentos sociais que trabalham na organização do protesto que a manifestação será inteiramente pacífica.

Os convites para a mobilização serão feitos por meio das redes sociais e segundo Lins, até agora, aceitação está sendo positiva.

Amazonianarede

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.