Defesa de Bruno recorre contra sentença

Bruno

Amazonianarede – Uol Noticias

Contagem (MG) – A defesa do goleiro Bruno oficializou nesta sexta-feira ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais o recurso contra o resultado do julgamento que condenou seu cliente a uma pena de 22,3 anos de prisão, das quais 17,6 anos em regime fechado. Como havia dito após a juíza Marixa Rodrigues anunciar a sentença, o advogado Lúcio Adolfo pretende apresentar as justificativas posteriormente.

O defensor chegou a dizer a alguns jornalistas que teria feito um acordo com a juíza para que houvesse um alívio na pena do jogador, o que não foi confirmado por ela. O acordo, na verdade, teria sido uma conversa antes do início da última etapa do julgamento – os debates – para que Bruno admitisse ter conhecimento de que Eliza Samudio seria assassinada.

Foi por isso, segundo o defensor, que o goleiro pediu a palavra e respondeu a uma única pergunta, feita por Adolfo, que era se ele sabia do crime antes de sua consumação. “Sabia e imaginava. Pelas agressões constantes, pelo fato de eu ter entregado para o Macarrão do dinheiro. As agressões do Macarrão”, afirmou, negando-se em seguida a responder qualquer outra questão.

Para a juíza, no entanto, foi pouco. Em sua sentença, ela reconhece que Bruno “prestou esclarecimentos, identificando o executor do homicídio”. “Hoje, o réu, pediu para ser novamente ouvido, oportunidade em que reconheceu que sabia que a vítima Eliza Samudio iria morrer (…) Data vênia, mas essa lacônica confissão não merece a mesma redução concedida ao corréu Luiz Henrique Ferreira Romão, no julgamento passado como quer a defesa”, afirmou Marixa, que acabou amenizando a pena do goleiro em três anos, enquanto a de Macarrão foi reduzida em pouco mais de cinco anos.

Procurados pela reportagem na noite desta sexta-feira, os defensores de Bruno Lúcio Adolfo e Tiago Lenoir não retornaram. A pena de 22,3 anos também não agradou à mãe de Eliza, nem ao promotor Henry Wagner Vasconcelos, que já afirmaram que vão recorrer para que seja aumentada.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.