Danilo de volta ao Naça será reapresentado nesta quarta

O jogador Danilo está de volta ao Naça
O jogador Danilo está de volta ao Naça
O jogador Danilo está de volta ao Naça

Manaus – O acesso à Série C do Campeonato Brasileiro é o principal objetivo do Nacional Futebol Clube em 2015. Recentemente, o Leão anunciou um de seus principais reforços para a Série D deste ano, a contratação do meia Danilo Rios.

O jogador será apresentado nesta terça-feira (19) às 17h, na sede do clube. O evento será realizado na sala de troféus da sede, na Rua São Luiz, 230, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul da capital.

O jogador retorna a Manaus após numa única temporada entrar para a história vestindo a camisa do Naça e conquistar a idolatria da torcida azulina. Ele foi o “maestro” que levou a equipe do Leão da Vila Municipal aonde nenhum time amazonense jamais chegou, a quarta fase da Copa do Brasil de 2013. Naquele ano, o time venceu equipes como Coritiba e Ponte Preta aumentando o almejado acesso à Série C.

Após sair do Nacional, Danilo defendeu o Remo-PA e depois Maringá-PR e, apesar de não ter conquistado nenhum título para o Leão, o jogador deixou seu futebol marcado na memória da torcida e diretoria nacionalina com suas assistências, arrancadas e os gols.

De volta à capital amazonense, DR10 relembra os momentos vividos em Manaus, e fala do jogo que marcou sua estada no Nacional. “Foi na Copa do Brasil, no jogo contra a Ponte Preta, time de Série A, fiz o gol da vitória. Ver o Sesi lotado foi uma sensação única. Acredito que todas as pessoas que estavam ali sentiram o quanto o futebol amazonense pode ir longe”.

Carreira

Nascido no dia 9 de junho de 1989, Danilo Rios, conta que iniciou a carreira aos oito anos de idade e que a família foi essencial para o crescimento. “Eu tinha oito anos quando fui para a base do Bahia. Desde muito cedo, as pessoas chegavam até mim e minha família e diziam que eu seria promissor, isso me incentiva muito”.

Não demorou para ele começar a jogar profissionalmente. Aos 17 anos assinou com o Bahia, aos 19 anos foi vendido ao Grêmio/RS, em seguida para o Duque de Caxias/RJ. De acordo com o jogador, foram poucas as dificuldades enfrentadas para ingressar no futebol profissional, mas que as lesões, por um determinado período, o impediram de trabalhar.

“Já passei por algumas lesões que me deixaram foram de campo, como a de 2009, 2010 e 2012, mas eu consegui me recuperar. Nesta profissão devemos acreditar e dar a volta por cima”.

amazonianarede

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.