Cruzeiro dá mais um passo rumo ao título brasileiro

(Amazonianarede – Lancenet)

Nem mesmo a boa fase da Portuguesa no segundo turno foi párea para o show que o Cruzeiro vem demonstrando dentro de campo em todo o Brasileirão. Na noite desta quarta-feira, não foi diferente.

Com poucos minutos de jogo, a Raposa começou a construir mais uma vitória. Com gols de Éverton Ribeiro, Borges (duas vezes) e Willian, o Cruzeiro venceu a Lusa por 4 a 0 no Mineirão, chegou aos 56 pontos e deixou o caminho ainda mais curto para levantar a taça do Campeonato Brasileiro. Festa para a torcida e Marcelo Oliveira, que completou 50 jogos à frente da equipe.

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara o lanterna Náutico, na Arena Pernambuco, neste domingo, às 16h. Enquanto a Portuguesa visita o Santos, no mesmo dia, às 18h30, no Canindé.

ESPETÁCULO E DOMÍNIO ABSOLUTO DA RAPOSA

A Portuguesa até teve a primeira boa chance da partida, com Luís Ricardo assustando o goleiro Fábio por duas vezes, mas o Cruzeiro precisou apenas de cinco minutos para mostrar porque é o líder do Brasileirão. Aos seis minutos, na tentativa de afastar a bola, Correa acabou atrasando para Borges, que carimbou a trave de Lauro. No rebote, Éverton Ribeiro só escorou para o gol vazio, abrindo o marcador no Mineirão.

A Lusa recorria às faltas, mas a Raposa amadurecia, aos poucos, seu próximos gols. Com um terço do primeiro tempo corrido, Ricardo Goulart acertou um belo chute de fora da área. Em lance parecido com o do primeiro gol, a bola também tocou na trave antes de sobrar para Borges, livre, balançar as redes de Lauro, marcando o segundo gol celeste na partida. A pressão do Cruzeiro continuava e aos 19 minutos, Borges acertou a trave após cruzamento de Willian. A Portuguesa se via pressionada e encontrava nos chutes de longa distância uma alternativa de ameaçar o adversário. Na melhor deles, Souza acertou chute forte, que explodiu na trave de Fábio aos 23 minutos.

Impecável dentro de campo, o time de Marcelo Oliveira não parou, para delírio da China Azul. Aos 27 minutos, Borges deu um belo passe de primeira para Willian fazer o terceiro. Dois minutos mais tarde, o Cruzeiro ameaçou novamente em um daqueles contra-golpes mortais. Nas finalizações de Éverton Ribeiro e Goulart, a bola ficou viva dentro da área. Borges não perdoou. Era o quarto gol celeste. A Lusa, que já se mostrava perdida depois do primeiro gol do camisa 9, não se encontrou mais em campo, já com os 4 a 0 antes mesmo do intervalo. Com um toque de bola envolvente e muita velocidade, a equipe mineira imprimiu seu estilo de jogo, marcando a saída de bola da Portuguesa e controlando totalmente a partida.

LÍDER ADMINISTRA RESULTADO NA ETAPA FINAL

Com quatro gols de vantagem, o Cruzeiro procurou valorizar mais a posse de bola na etapa complementar. O jogo, por consequência, ficou mais frio, mas o time da casa ainda conseguiu chegar com facilidade ao campo de ataque. O ritmo tranquilo permitiu ao Cruzeiro se dar ao luxo de errar lances bobos, que quase geraram o gol de honra da Portuguesa. Na má inversão de bola de Egídio, Moisés invadiu a área e Fábio precisou fazer ótima defesa com o pé para evitar o tento aos 21 minutos.

Descançados, Vinícius Araújo e Dagoberto foram promovidos por Marcelo Oliveira ao campo de jogo. A entrada de Dagol deu mais velocidade, e o Cruzeiro ficou mais leve em campo. A Portuguesa tentava dar seus suspiros no campo de ataque, mas foi o time da casa que sempre esteve mais perto de fazer o quinto gol. Com a vitória já garantida, o líder do Brasileirão apenas administrou o restante da partida e esperou pelo apito final. Goleada de 4 a 0 e mais um passo celeste rumo ao título brasileiro de 2013.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 4 x 0 PORTUGUESA
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 2/10/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Luiz Carlos Camara Bezerra (RN)
Cartões amarelos: Borges, Dedé e Egídio (CRU); Souza (POR)
Cartão vermelho: –
GOLS: Éverton Ribeiro, 5’/1ºT (1-0); Borges, 15’/1ºT (2-0), Willian, 27’/1ºT (3-0), Borges, 29’/1ºT (4-0)
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton e Lucas Silva; Everton Ribeiro (Lucca – 3’/12ºT), Ricardo Goulart e Willian (Vinícius Araújo – 18’/2ºT); Borges (Dagoberto – 13’/2ºT) – Técnico: Marcelo Oliveira.
PORTUGUESA: Lauro; Correa, Moisés Moura, Valdomiro, Rogério; Ferdinando (Wanderson – Intervalo), Bruno Henrique, Luís Ricardo, Moisés; Souza (Cañete – 14’/2ºT) e Gilberto (Bergson – 31’/1ºT) – Técnico: Alexandre Faganello/Guto Ferreira.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.