Corpo de Bombeiros já está alerta para um possível transbordamento do Rio Juruá

Amazonianarede – A Gazeta do AC

O Rio Juruá vem se comportando de maneira diferente nesse período chuvoso e até agora, no fim de janeiro, ainda não transcorreu nenhum transbordamento. Nesta quarta-feira, 30, o rio está com 12,78 metros de profundidade, aquém 22 dos cm da cota de transbordamento, que é de 13 metros. No período anterior, pouco antes do Natal de 2011, o rio transbordou pela primeira vez e depois mais três vezes nos primeiros meses de 2012.

O major Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de Cruzeiro do Sul, informa que os bombeiros estão atentos, em monitoramento constante, e trabalhando com a hipótese do transbordamento do rio, já que as previsões apontam para mais chuvas em fevereiro e março. Apesar da diferença em relação ao período chuvoso do ano anterior, o major considera que está tudo dentro dos padrões de normalidade. “Esperamos que não haja um transbordamento muito acentuado para não causar grandes transtornos na comunidade”, disse.

Embora o rio ainda não tenha transbordado, os bairros da Lagoa e do Miritizal, situados às margens do rio, já sofrem com a enchente. Algumas ruas do bairro da Lagoa já foram tomadas pelas águas, por onde transitam canoas e voadeiras. É comum ver crianças pescando diretamente das varandas das casas ou banhando-se em suas proximidades, o que aumenta o alerta do CBM e o leva ao acompanhamento mais de perto dos ribeirinhos.

Segundo o major Araújo, a responsabilidade pela Defesa Civil é de toda a população e dos órgãos parceiros. No momento, o CBM está contatando seus parceiros em relação à Defesa Civil, acompanhando o nível do rio e atento aos que moram na beira do rio.

Boates – O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria/RS, que ocasionou a morte de 235 jovens no último domingo, 27, fez soar o sinal de alerta em todo o Brasil em relação ao perigo de incên-dios em locais fechados com grande concentração de pessoas.

Segundo o major Araújo, na cidade de Cruzeiro do Sul existem três casas de shows, e embora todas já tenham passado por vistorias no ano passado, vai ser feita nova vistoria, para serem minuciosamente testados os respectivos sistemas de segurança. “Todos os anos é feito esse acompanhamento, mas vamos fazer novamente para ver se não foi deixado nada”, disse.

E não apenas nas casas noturnas: “tudo é vistoriado – os postos de gasolina, os estabelecimentos comerciais, todos precisam ter o atestado de vistoria do Corpo de Bombeiros”.

(Flaviano Schneider/ Cruzeiro do Sul) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.