Contra Itália, Brasil tenta voltar a vencer seleção de ponta

Amazonianarede – iG

Genebra – O técnico Luiz Felipe Scolari sabe que tem pouco tempo para encontrar uma formação ideal para a seleção brasileira antes da Copa das Confederações em junho.

E no seu segundo compromisso no seu retorno à seleção, às 16h30, em amistoso contra a Itália, na cidade suíça de Genebra, a meta é dar corpo ao time e interromper um incômodo jejum de vitórias contra grandes seleções. Desde 2009, ou cinco jogos, o Brasil não bate uma seleção que já foi campeã mundial.

Felipão admite que não gostou da atuação do time na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, em fevereiro. Também por isso, trocou a convocação de Ronaldinho Gaúcho pela de Kaká – que ficará na reserva diante dos italianos.

Vamos dar oportunidade para o Kaká mostrar o seu potencial, a sua qualidade, e observá-lo com outros jogadores”, prometeu Felipão, indicando que o meia do Brasil entrará no decorrer do amistoso contra a Itália e provavelmente será titular contra a Rússia, no dia 25.

Dessa forma, Oscar será o principal encarregado de armar as jogadas brasileiras na Suíça. Ele municiará três atacantes: Neymar, Hulk e Fred. O trio é uma aposta de Felipão para resolver os problemas do Brasil no setor de frente. “Vamos com três atacantes”, confirmou.

O que causa maior preocupação no treinador, no entanto, é a defesa. Scolari achou que o seu time ficou muito exposto diante da Inglaterra, quando utilizou dois volantes com características ofensivas – Paulinho e Ramires, agora lesionados. O gremista Fernando e Hernanes, da italiana Lazio, tentarão agradar ao comandante desta vez.

Na zaga, a seleção brasileira terá Dante e David Luiz. O experiente Thiago Silva, que criticou o astro italiano Mario Balotelli porque “erra demais” e não é “exemplo”, ainda está sem as suas condições físicas ideais e deverá fazer companhia ao amigo Kaká na reserva.

A Itália também não terá uma de suas referências na zaga. Giorgio Chiellini, da Juventus, voltou a sofrer uma lesão no tornozelo esquerdo e foi vetado do amistoso. Seus companheiros de time Barzagli e Bonucci são as opções do técnico Cesare Prandelli para a posição.

Assim como Felipão, o comandante italiano tem encarado o amistoso com bastante seriedade. Será uma boa oportunidade para medir o nível em que está a sua equipe, justamente contra um futuro concorrente pelo título da Copa das Confederações deste ano.”Não é todos os dias que podemos enfrentar o Brasil, então temos que tentar fazer tudo do melhor modo possível. Estamos bem preparados, encarando o jogo como se fosse de Eliminatórias. Raça será fundamental”, pregou o veterano meio-campista Andrea Pirlo.

FICHA TÉCNICA – BRASIL X ITÁLIA
Local: Estádio de Genebra, em Genebra (Suíça)
Data: 21 de março de 2013, quarta-feira
Horário: 16h30 (de Brasília)
Arbitragem: não divulgada pela organização
BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Filipe Luís; Fernando, Hernanes e Oscar; Hulk, Fred e Neymar Técnico: Luiz Felipe Scolari
ITÁLIA: Buffon; Abate, Barzagli, Bonucci e De Sciglio; De Rossi, Pirlo e Marchisio; Cerci, Balotelli e El Shaarawy Técnico: Cesare Prandelli.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.