Com dois expulsos, Princesa perde de 6 a 1 do Paysandu e se complica na Copa Verde 2014

Belém, PA – Com a mão amiga da arbitragem, o Paysandu venceu o Princesa do Solimões por 6 a 1 e abriu larga vantagem nas quartas de final da Copa Verde 2014.

O time amazonense teve dois jogadores expulsos, um gol mal anulado e viu o sonho da classificação às semifinais ficar mais distante. Lima (4), Yago Pikachu e Wellington anotaram para o time paraense, enquanto Michell Parintins diminuiu. O jogo da volta é dia 8 de março, em Manacapuru.

HISTÓRIA DO JOGO

A partida começou equilibrada e o time amazonense foi logo prejudicado pelos homens do apito. Fininho cobrou da direita e a bola entrou, mas o árbitro Valdicleuson Costa (AP) não viu o lance.

O Papão abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, quando Airton fez jogada pela esquerda e cruzou na cabeça de Yago Pikachu, que cabeceou com força no meio na meta do goleiro Milton.

Após o revés, o time de Manacapuru passou a dominar o meio de campo e a jogar nos contra-ataques puxados por Marinelson. Aos 30 minutos, Fininho quase deixa tudo igual.

Aos 40 minutos, Charles fez uma falta e o Paysandu aproveitou a bola parada: Lima apareceu livre na pequena área e marcou o segundo o time paraense.

A reação foi rápida. Aos 43 minutos, Fininho cobrou falta e a bola sobrou para a tabela de Flávio, Delciney e Marinelson, que deixou Michell Parintins livre para marcar o primeiro gol do Princesa, calando a torcida do Papão.

ETAPA FINAL

No segundo tempo, o Princesa teve que fazer mudanças que não estavam nos planos do técnico Marquinhos. Flávio foi expulso e He-Man entrou no lugar de Charles, deixando o time na defensiva. Clemilton também saiu, entrando Deurick.

Aos 16 minutos, o árbitro Valdicleuson Costa marcou pênalti duvidoso de Delciney em Zé Antônio. Lima bateu no canto e partiu para o abraço: 3 a 1.

Aos 33 minutos, novamente “ajudinha” da arbitragem, agora do assistente Enoque Pacheco (AP), que marcou pênalti na jogada em que Lima caiu por cima de Rondinelli. Para piorar, o árbitro ainda expulsou Michell Parintins, por reclamação. Lima marcou novamente.

O Princesa ficou completamente abalado psicologicamente e ainda viu o grandalhão Lima marcar o quarto gol dele na partida, num contra-ataque mortal: 5 a 1. E o sexto do Papão veio aos 45 minutos, quando Wellington apareceu livre para fechar a contagem: 6 a 1.

FICHA TÉCNICA:
Paysandu: Mateus, Yago Pikachu, Charles, Pablo e Airton; Augusto Recife (Billy), Zé Antônio, Djalma e Bruninho; Lima e Leandro Carvalho
Técnico: Mazola Júnior
Princesa: Milton, Clemilton (Deurick), Lídio, Flávio (expulso) e Alberto; Delciney, Rondinelli, Fininho e Michell Parintins (expulso); Marinelson (Edinho Canutama) e Charles (He-Man)
Técnico: Marquinhos
Árbitro: Valdicleuson Silva da Costa (AP)
Assistentes: Enoque Costa Pacheco (AP) e Inácio Barreto Câmara (AP)
Renda: R$ 20.850,00
Público pagante: 692
Público presente: 1.301

Foto: Emanuel Mendes Siqueira

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.