CMM Promoverá tribuna popular com servidores da Suframa

Servidores da Suframa procuram unir forças por melhores salários
Servidores da Suframa procuram unir forças por melhores salários
Servidores da Suframa procuram unir forças por melhores salários

Manaus – Em apoio aos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) fará, na próxima semana, uma Tribuna Popular, onde receberá o presidente do Sindicato dos Servidores da Suframa (Sindframa), Anderson Guimarães, para unir forças com o Poder Legislativo contra o veto, do governo federal, ao item que previa a reestruturação e plano de carreiras dos servidores da categoria – prevista na Medida Provisória 660/2014.

Mais uma vez, a discussão em torno do assunto  veio à tona na Câmara, na manhã desta terça-feira (12), quando o vereador Luis Mitoso (PSD) sugeriu que a Casa realizasse na próxima segunda-feira (18), pela manhã, uma audiência pública para discutir com os servidores a questão.

Porém, o presidente do Poder Legislativo Municipal, vereador Wilker Barreto (PHS), achou mais propício à realização de uma Tribuna Popular como foi feito a outras categorias.

“Fica reservado uma tribuna popular, da mesma forma que foi feito com sindicato dos jornalistas, que permite ao sindicato dos servidores da Suframa vir aqui e fazer seu apelo à Casa”, justificou Barreto.

Ainda na discussão, o vereador Plínio Valério (PSDB) lembrou aos demais parlamentares que a Câmara sempre esteve à disposição da Suframa e dos seus servidores, inclusive quando criou o projeto de criação da Frente Parlamentar pelo Fortalecimento da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) – que tinha como presidente o próprio vereador.

“Eles vieram aqui na tribuna, falaram que nossa ajuda era importante, mas depois sumiram. Eu andei procurando por eles e não encontrei. Só quero registrar que essa Casa nunca se omitiu, vamos repetir o que fizemos da vez passada, trazê-los aqui, para que eles possam apresentar suas mazelas”, disparou o tucano.

Engrossando o coro, a vereadora Rosi Matos (PT), afirmou que ajudou, inclusive, os servidores fazerem a pauta de reivindicação da categoria, enviada ao governo federal. “Quero dizer que nós nunca abandonamos os trabalhadores da Suframa, estamos acompanhando a situação. Eu, como trabalhadora do Polo Industrial de Manaus, sei do prejuízo que causa a paralisação dos servidores da Suframa”, disse.

Encerrando o debate sobre o assunto, Wilker Barreto ressaltou que a Casa está fazendo o papel dela ao ceder, mais uma vez, espaço aos trabalhadores. “Eu acho que a Câmara cumpre seu papel ao permitir que o sindicato dos servidores da Suframa venha aqui nesta Casa, fazer uso da Tribuna Popular. Acredito que é pertinente”, concluiu.

Amazonianarede-CMM

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.