CMM pede explicação sobre apagões em Manaus

(Foto: Robervaldo Rocha/CMM)

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) vai encaminhar documento oficial ao Ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, para mostrar total indignação pela empresa Amazonas Energia e exigir explicações sobre a falta de energia ocorrida frequentemente em Manaus.

O pedido foi o resultado das discussões entre os vereadores, durante a Sessão Plenária desta terça-feira (17), que protestaram contra o “mini-apagão”, ocorrido na tarde desta segunda-feira (16), o qual durou mais de 12h em alguns pontos da cidade, prejudicou os andamentos dos trabalhos legislativos e causou danos à população.

De acordo com o vereador Elias Emauel (PSB), que trouxe o assunto à tona, por conta da falta de energia, a primeira reunião temática sobre a mobilidade urbana para o Plano Diretor Urbano e Ambiental foi prejudicada duas vezes. “A Amazonas Energia precisa ser punida por essa falta de respeito com a população amazonense”, criticou o parlamentar.

Entre os vereadores que manifestaram indignação contra a empresa de energia elétrica estava a vereadora Socorro Sampaio (PP) que ressaltou ser um absurdo a falta de respeito com a população. “E os danos materiais ocorridos pelos mini-apagões?”, questionou a parlamentar.

Já o vereador Luiz Alberto Carijó (PSD) considerou que a falta de energia está ligado à má gestão da empresa, principalmente porque a parte gerencial da empresa Amazonas Energia mora no Rio de janeiro (RJ). “Temos que exigir a presença dos gerentes técnicos aqui para resolver de vez essa pendenga que já dura a mais de cinco anos”, indignou-se Carijó.

Outro parlamentar que também repudiou a falta de respeito da empresa foi o vereador Professor Bibiano (PT) que comparou a falha no serviço aos demais problemas ocorridos na cidade. “Esse mesmo problema se repete na saúde, na educação e na mobilidade urbana”, citou Bibiano.

Também reforçaram o assunto os vereadores: Joãozinho Miranda (PTN), Francisco da Jornada (PDT), Professor Samuel (PPS), Professora Jacqueline (PPS) e Waldemir José (PT).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.